Gerenciamento Do Descarte De Resíduos Químicos Radiológicos: Revisão Literatura

  • Vitória Teixeira Alberigi Universidade de Vassouras
  • Irineu Vieira Da Silva Júnior
  • Irenilda Reinalda Barreto de Rangel Moreira Cavalcanti

Resumo

O gerenciamento de resíduos e sua destinação final correta vêm crescendo como uma forma eficaz de minimizar os impactos ambientais negativos que determinadas atividades industriais e de saúde provocam ao meio ambiente e a saúde humana. Diversas áreas da saúde utilizam exames radiológicos para melhor visualização de imagens de pacientes, onde este exame utiliza determinadas substâncias em seu processo que são consideradas tóxicas. Desta forma, há a necessidade de um gerenciamento do processo radiológico, desde a entrada dos produtos utilizados até o descarte dos resíduos gerados, sendo eles resíduos químicos e radiológicos. Foi realizada uma revisão bibliográfica nas revistas acadêmicas e foram consultadas as legislações pertinentes ao Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Tendo em vista que poucos profissionais da área radiológica tem conhecimento das legislações pertinentes ao correto descarte de resíduos provenientes do processo de radiografia e é imprescindível que haja a conscientização dos mesmos para colaborarem com soluções sustentáveis para o meio ambiente. Uma solução seria o uso da radiografia digital que não utiliza soluções químicas no processamento radiográfico e, portanto, não geram efluentes.

Palavras-Chave: resíduos; raios-x; sustentabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-23