Calibração de Esfigmomanômetros: um levantamento a respeito do conhecimento de estudantes de medicina

Resumo

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por elevação sustentada da pressão arterial (PA). A aferição correta da medida da PA é assegurada pelas condições adequadas de funcionamento do esfigmomanômetro e pelo emprego da técnica correta. O presente teve como objetivo avaliar as condições de uso dos aparelhos de medida da PA e evidenciar o nível de conhecimento técnico a respeito do assunto no meio acadêmico de uma universidade privada do estado do Rio de Janeiro. Realizou-se um estudo observacional-transversal de prevalência através de questionário online, entrevistando 432 estudantes do 1° ao 12° período que responderam a 9 perguntas múltipla escolha sobre condições de uso e manutenção dos aparelhos. Sobre o ano em que adquiriam o esfigmomanômetro, 416 alunos (96,2%) responderam se lembrar do ano de compra; sobre a manutenção do aparelho, 389 alunos (90%) responderam que, desde que o adquiriram, este não foi calibrado.  Questionados sobre orientações quanto à necessidade de calibração, 264 estudantes (61,1%) disseram nunca ter sido orientados, enquanto 168 (38,9%) disseram já ter recebido essa orientação. No que tange aos possíveis impactos da não calibração, 181 (41,9%) afirmaram conhecimento e 251 (58,1%) disseram não saber dos impactos relacionados ao uso de aparelhos descalibrados. Constatou-se a necessidade de que sejam inseridos, nos ambientes estudantis e hospitalares, alertas e estratégias para manutenção a longo prazo desses aparelhos, a fim de que os critérios estabelecidos pelo INMETRO sejam cumpridos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marise Maleck, Universidade severino Sombra

Laboratório de Insetos Vetores e Mestrado Profissional em Ciências Ambientais, Universidade de Vassouras.

Graduada em Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura); Mestre em Biologia Celular e Molecular/ IOC/FIOCRUZ; Doutora em Biologia Celular e Molecular/IOC/FIOCRUZ; e Pós-doutorado em Parasitologia/ Ruhr - Universitat Bochum, Alemanha. Áreas de atuação em Ensino: Bioatividade de Produtos Naturais de Plantas; Parasitologia; Educação-Saúde- Ambiente; Biologia celular e molecular; Entomologia e Saúde Pública; Metodologia Científica; Bioética. Área de atuação em Pesquisa: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores, com ênfase em insetos de importância em saúde pública (Aedes aegypti e Aedes albopictus) e agrícola (Oncopeltus fasciatus) sob os aspectos de bioatividade e controle alternativo com produtos naturais de plantas; monitoramento populacional; saúde humana e ambiental-educação-sociedade. Professora Estatutária do Colégio Pedro II (aposentada 2006), em que coordenou a Iniciação à Pesquisa Científica do CP II (2001-2006) com o Projeto Área Verde-1º lugar/II Prêmio Ciências/MEC/Unesco (2005). Foi pesquisadora FIOTEC (Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde) no Laboratório de Diptera/IOC/FIOCRUZ (2003-2011). Atualmente é Professora Titular da Universidade de Vassouras/RJ, no Mestrado Profissional em Ciências Ambientais (atual) e Vice-Coordenadora do mestrado profissional em Ciências Ambientais (2019-atual). Pesquisadora e Professora responsável pelo Laboratório de Insetos Vetores/Universidade de Vassouras, na área de entomologia e malacologia de parasitos e vetores. Coordenadora do Grupo de Pesquisa/CNPq: Produtos Naturais bioativos e vetores de importância médica e agrícola. Coordenadora de Pesquisa/UninV (2014-2017). Pesquisadora Colaboradora no Laboratório de Entomologia Médica e Forense do IOC/FIOCRUZ (2016-atual). Dentre outros, coordena o projeto de pesquisa ?Controle alternativo dos mosquitos do gênero Aedes, com ênfase em Aedes aegypti através de substâncias naturais de plantas-. REDE ZIKA #1? do Estado do Rio de Janeiro. Avaliadora do MEC de cursos de graduação. Atua como consultora ad hoc de diversas Revistas Científicas e Órgãos de Fomento Nacionais e Internacionais. ORCID https://orcid.org/0000-0001-7699-7896.

Publicado
2020-12-09
Como Citar
Antonio Rabelo, F., Florido José Gama , T., Teixeira dos Santos, C., Ferreira de Souza Machado, R., Horta Rodrigues, L. M., & Maleck, M. (2020). Calibração de Esfigmomanômetros: um levantamento a respeito do conhecimento de estudantes de medicina. Revista De Saúde, 11(2), 15-19. https://doi.org/10.21727/rs.v11i1.2360
Seção
Artigos Originais