Mucormicose rinocerebral associada a trombose de seio cavernoso: Relato de Caso

Resumo

Mucormicose rinocerebral é uma infecção fúngica rara e invasiva da cavidade nasal e seios da face, podendo evoluir para áreas de necroses, fístulas, acometimento orbital e cerebral. Acomete principalmente indivíduos imunodeprimidos e cetoacidose diabética, com letalidade de aproximadamente 50% dos casos. É considerada uma emergência médica. Uma possível complicação intracraniana é a trombose do seio cavernoso, com prognóstico limitado. É relatado um paciente imunocompetente, 62 anos, diabético, com mucormicose, quadro de rinossinusite fúngica, além da trombose de seio cavernoso com paralisia facial e dos nervos oculomotor, troclear e abducente. Foi tratado com Anfotericina B, Vancomicina, Cefepime, Enoxaparina, com posterior desbridamento cirúrgico e evoluiu com reversão dos sintomas neurológicos. Esse caso requer diagnóstico complexo e tratamento imediato devido a sua alta letalidade (50%). É essencial considerar essa hipótese diagnóstica em pacientes diabéticos e que apresentam mau controle glicêmico ou em cetoacidose diabética com sinusite crônica ou não responsiva ao tratamento padrão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-16
Como Citar
Feital Montezzi, N., Batista Vogas, K., Ferraz da Silva Veiga, C., Marques Rechuan, M., Barbosa Cardoso do Santos, B., & Calmon Nogueira da Gama Pereira, A. B. (2020). Mucormicose rinocerebral associada a trombose de seio cavernoso: Relato de Caso. Revista De Saúde, 11(1), 10-14. https://doi.org/10.21727/rs.v11i1.2186
Seção
Relato de Caso