Rastreamento do autoconhecimento e da presença dos fatores de risco cardiovascular em população da periferia da cidade de Vassouras: Dados preliminares

  • Caio Teixeira dos Santos Universidade de Vassouras
  • Raul Ferreira de Souza Machado
  • Thais Lemos de Souza Macêdo
  • Dandhara Martins Rebello
  • João Paulo Brum Paes
  • Ivana Picone Borges de Aragão

Resumo

As doenças cardiovasculares (DCV) se enquadram nas principais causas de morte no mundo ocidental, embora sua frequência possa ser reduzida através da prevenção primária e diminuição dos fatores de risco (FR) cardiovasculares (CV). O estudo objetivou analisar a prevalência dos FR e seu conhecimento na população da periferia de Vassouras, RJ, correlacionando-os com a classe econômica. Trata-se de um estudo observacional e transversal, durante 2017-2018, aplicando questionário anônimo em indivíduos acima de 20 anos, no qual se valorizou as respostas positivas e de desconhecimento para os FR. Com 150 sujeitos estudados, a média de idade foi de 46,6 anos, sendo 96 mulheres e 54 homens e o valor médio do colesterol de 192mg/dl. Observou-se 28 fumantes, 35 ex-fumantes, 65 hipertensos, 25 com passado de hiperglicemia e 24 utilizam hipoglicemiantes e/ou insulina, 18 infartos agudo do miocárdio (IAM) prévios, história familiar IAM em 27 em pais/irmãos e 31 nas mães/irmãs, o indice de massa corporal (IMC) médio foi 27,60, 93 negaram regularidade de exercícios físicos, 86 afirmaram cansaço, 58 palpitação, 52 dispneia, 26 desmaio sem explicação, 75 dores nas pernas ao caminhar, 31 dores no peito em esforço e 21 em repouso. Encontrou-se 24 casos de hipertensão gestacional, 7 de pré-eclâmpsia, 37 na menopausa, 18 histerectomizadas, 14 ooferectomizadas, 2 em reposição hormonal e 110 negaram consulta regular com cardiologista. Quanto à autopercepção do estresse: 47 muito frequente, 15 pouco frequente, 45 às vezes, 17 quase nunca, 23 não sentiam e 2 não souberam responder. Foi observado maciça presença de FR CV ou desconhecimento, salientando um importante aspecto a ser trabalhado na comunidade.

Publicado
2019-12-09
Como Citar
dos Santos, C. T., Raul Ferreira de Souza Machado, Thais Lemos de Souza Macêdo, Dandhara Martins Rebello, João Paulo Brum Paes, & Ivana Picone Borges de Aragão. (2019). Rastreamento do autoconhecimento e da presença dos fatores de risco cardiovascular em população da periferia da cidade de Vassouras: Dados preliminares. Revista De Saúde, 10(2), 12-17. https://doi.org/10.21727/rs.v10i2.1882
Seção
Artigos Originais