Os desafios encontrados pelos estudantes de medicina na realização das ações do projeto “CAFF cuida” – Relato de experiência

  • Ingrid de Oliveira Farias
  • Layla Senra da Silva
  • Victoria Gonçalves Samel
  • José Raphael Bigonha Ruffato
  • João Carlos Côrtes Júnior
  • Paula Pitta de Resende Côrtes
Palavras-chave: Educação em Saúde, Autocuidado, Medicina Comunitária

Resumo

O “CAFF cuida” é um projeto de Extensão Universitária desenvolvido por Instituição de Ensino Particular em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), iniciado em agosto de 2014. Neste projeto, os estudantes de medicina realizam ações de educação em saúde nas escolas e creches municipais objetivando motivar escolares para o autocuidado em saúde. Esse trabalho tem como objetivo relatar as dificuldades encontradas pelos estudantes de medicina integrantes do projeto, desde a organização até a efetuação da ação. Previamente à execução das ações, são realizadas reuniões entre coordenação do projeto e universitários, que se atualizam sobre temática a ser abordada. Ações realizadas de acordo com cronograma, coletivamente construído com Secretaria Municipal de Educação a fim de que as ações não causem transtorno às atividades escolares. Temática das ações, bem como recursos pedagógicos, são selecionados em função da idade dos escolares e demandas sinalizadas pelos professores, em decorrência do cotidiano escolar. Participam do projeto um total de 58 universitários do curso de medicina, que desenvolveram cinco ações em quatro escolas/creches. Cabe ressaltar que a experiência propiciou aos universitários a oportunidade de atuar em grupo, no qual expõem as principais dificuldades observadas para a realização do “CAFF cuida”. No decorrer de tais reuniões foram debatidos os principais desafios anteriores à execução: o horário disponível para que todos os participantes possam estar presentes nas reuniões, a definição do tema e do papel dos participantes do projeto e, a arrecadação de materiais. Já em relação ao desenvolvimento das ações, foram levados a debate: o transporte para o local da ação com todo o material necessário, o comprometimento dos integrantes e principalmente, a adequação da linguagem usada às crianças. Apesar disso, aos escolares foi oportunizada a construção de conhecimento sobre autocuidado em saúde. Pedagogicamente, a experiência oportunizou aos futuros médicos o aprimoramento de habilidades humanísticas e a valorização da relação dialógica no compartilhamento de saberes.
Publicado
2017-08-31
Como Citar
Farias, I. de O., da Silva, L. S., Samel, V. G., Ruffato, J. R. B., Côrtes Júnior, J. C., & Côrtes, P. P. de R. (2017). Os desafios encontrados pelos estudantes de medicina na realização das ações do projeto “CAFF cuida” – Relato de experiência. Revista De Saúde, 8(1 S1), 40. Recuperado de http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RS/article/view/1016
Seção
Resumo - Suplemento