http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/issue/feed Revista Pró-UniverSUS 2020-06-24T09:48:30-03:00 Editora da Universidade de Vassouras editorauss@universidadedevassouras.edu.br Open Journal Systems <p>A Revista Pró-UniverSUS (R. Pró-Uni.) tem o compromisso social e institucional de divulgar resultados de pesquisas e experiências inovadoras de ensino, extensão e práticas de saúde relacionadas aos objetivos do Pró-Saúde.</p> <p>Indexada em bases Nacionais e internacionais e com emissão de D.O.I.</p> <p>eISSN: 2179-8931</p> http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2356 Expediente v11 n1 2020-06-24T09:47:36-03:00 Editora das Revistas da Universidade de Vassouras diretoria.editora@universidadedevassouras.edu.br 2020-06-24T09:43:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2354 Editorial 2020-06-24T09:47:36-03:00 Editora das Revistas da Universidade de Vassouras diretoria.editora@universidadedevassouras.edu.br 2020-06-23T16:39:05-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2095 A enfermagem e o aleitamento materno de recém-nascidos portadores de fissura labial e/ou palatina. 2020-06-24T09:47:36-03:00 Ellis Gregory ellis_greegory@hotmail.com Alessandra da Silva Souza alesouza22@yahoo.com.br <p>O aleitamento materno é a mais sábia estratégia natural de vínculo, afeto, proteção e nutrição para a criança, porém esse processo de amamentação torna-se comprometido em crianças com fenda labial e/ou palatina (FLP) devido às alterações nas estruturas anatômicas da face, que interferem na sucção e deglutição. O presente estudo tem como objetivo analisar os cuidados de enfermagem referente a amamentação nestas situações especiais e descrever quais são as ações desenvolvidas pela equipe de enfermagem neste processo. Foi realizada uma pesquisa de campo, descritiva com abordagem qualitative, sendo entrevistadas 13 profissionais da equipe de enfermagem. Os resultados mostram que a equipe de enfermagem reconhece a importância do aleitamento materno, incentiva a ordenha manual, porém a administração do leite é fornecido pelo recurso da sonda orogástrica, o que nos mostra que este manejo é definido através de uma avaliação individualizada ao recém-nascido pela equipe multiprofissional.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2214 Perspectiva do paciente estomizado intestinal frente a implementação do autocuidado 2020-06-24T09:47:37-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Marilda Andrade marildaandrade@uol.com.br <p>Trata-se de um estudo descritivo, qualitativo, de pesquisa de campo que, objetivou em descreve, na ótica do paciente, o autocuidado do estomizado intestinal cadastrado no Núcleo de Atenção à Saúde da Pessoa Estomizada, situado em um município do Estado do Rio de Janeiro. A amostra deste estudo foi composta por 32 participantes, de ambos os sexos e idade mínima de 18 anos e máxima de 91 anos, sendo 13 participantes do sexo feminino e 19 participantes do sexo masculino. As palavras ostomia, ostoma, estoma ou estomia são de origem grega e possuem o significado de boca, orifício ou abertura e são aplicadas para designar a exposição de qualquer víscera oca no corpo. Há um consenso que a confecção de uma estomia resulta em mudanças na vida da pessoa, que serão evidenciadas em todos os níveis da sua vida, denotando, assim, a necessidade de realização do autocuidado para manutenção da qualidade de vida e rotina de atividade diárias deste paciente. Neste contexto, o enfermeiro emerge como um grande aliado ao paciente portador de uma doença grave que demanda o uso de estoma, em virtude do processo adaptativo que vivenciará. Conclui-se que o autocuidado e a autonomia se destaca, seguida do oferecimento de um sistema de suporte e apoio para ajustamento psicológico e adaptação a nova condição e orientação e treinamento para o uso de métodos alternativos que possibilitem o manejo adequado dos dispositivos.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2238 Câncer de mama: impacto e sentimentos na vida da mulher 2020-06-24T09:47:39-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Hannah Gabriela G. Cardoso hannahgabrielagama@gmail.com Hylana da Silva Costa hyllanac@gmail.com Mayara Victoria Feitosa Veras Victoria Feitosa Veras feitosavictoria@gmail.com Vanessa Vicente Alves Coutinho vanessa1234vicente@gmail.com Júlio César Figueiredo Júnior julio.enf_@hotmail.com <p>Trata-se de um estudo qualitativo, exploratório e descritivo, onde foi selecionado material, obedecendo aos critérios de relevância e atualidade ao qual foi dado o devido tratamento, como a pré-leitura, a leitura seletiva, a leitura interpretativa e análise temática. Foram utilizados recursos tais como: livros, artigos científicos das bases de dados SCIELO (Scientific Electronic Library Online), LILACS (Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde), BVS (Biblioteca Virtual em Saúde), Google acadêmico, assim como TCCs monografias, teses e dissertações. A análise de conteúdo se deu através da categorização dos dados baseado nas mudanças de vida após a descoberta do câncer, os sentimentos vivenciados e processo da mastectomia. Após analise de dados emergiram três categorias: Mudanças na vida após o diagnóstico de câncer de mama; Sentimentos experenciados após saber o diagnóstico de câncer e Processo da mastectomia. Ao receber o diagnóstico de câncer, as mulheres podem se sentir tristes, angustiadas, desesperadas, impotentes. Inicialmente, negam a doença e acreditam que, principalmente, a cirurgia resolverá os conflitos atuais. Além de ter a sua vaidade comprometida, a mulher sofre preconceitos e descriminação Conclui-se então, que após os sentimentos como medo, desespero e angústia, elas passaram a ver a vida com outros olhos e com outras perspectivas.&nbsp;</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2099 A presença do acompanhante no trabalho de parto, parto e pós-parto: compreensão das gestantes. 2020-06-24T09:47:41-03:00 Sâmela Gianini samela.gianini@hotmail.com Patrícia de Oliveira Lima patricia.enfermeiraobstetra@gmail.com Geísa Sereno Velloso da Silva geisa.velloso@hotmail.com <p>Objetivo: entender a importância do acompanhante no processo parturitivo na perspectiva da gestante. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa de campo, de corte transversal, de análise qualitativa, descritiva, utilizando questionário e entrevista semiestruturada para coleta de dados. A pesquisa foi realizada com 12 gestantes que estavam no 3º trimestre gestacional, durante os meses de julho a setembro de 2019, em uma maternidade de um Hospital Universitário referência da região. A limitação dos participantes foi por critério de saturação e para análise dos dados foi utilizado a Análise de Conteúdo. Resultados: Os dados permitiram a identificação das seguintes categorias: o significado do acompanhante para a gestante, o conhecimento e entendimento das parturientes acerca da Lei do Acompanhante. Conclusão: Conclui-se que o acompanhante é essencial para a parturiente em todos os períodos do parto, tornando-se parte integrante neste processo, proporcionando a parturiente segurança, conforto, bem-estar e oferecendo-a todo o suporte necessário neste momento.</p> 2020-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2207 Fatores estressores na unidade dialítica: Evidências e repercussões na equipe de enfermagem 2020-06-24T09:47:42-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Larissa Meirelles de Moura larissa00meirelles@gmail.com Raimunda Farias Torres Costa dinhaftcosta@gmail.com Juliana de Lima Gomes juliana.limag@hotmail.com Roberta Gomes Santos Oliveira roberta.enferm93@hotmail.com <p>O estresse tornou-se comum nos dias atuais, fazendo parte do cotidiano dos profissionais de enfermagem, entende-se então que estudar as manifestações do estresse entre enfermeiros permite compreender e elucidar alguns problemas tais como a insatisfação profissional, a baixa produtividade no trabalho, o absenteísmo, os acidentes no trabalho e as doenças ocupacionais, permitindo porém a busca de soluções. Dentre os diferentes ambientes de trabalho da enfermagem, destaca-se a atuação em serviços de hemodiálise. No qual se exige algumas especificidades, como o desenvolvimento das atividades junto a pacientes em situação de uma doença crônica e a necessidade de conhecimentos específicos para monitorar um procedimento com elevada complexidade técnica o objetivo geral do estudo é compreender as evidências e repercussões dos fatores estressores que acomete a equipe de enfermagem na atividade laboral em unidade dialítica. Trata-se de uma pesquisa de caráter exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa. Os sujeitos da pesquisa foram a equipe de enfermagem direta dos pacientes em tratamento dialítico. Os resultados mostraram que as situações críticas são ocorrências de perigo onde requer atenção e agilidade, desencadeando sentimentos de estresse e medo de não conseguir suprir as necessidades requeridas pelo paciente.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2094 Cenário de Internação Hospitalar com a Pessoa Idosa 2020-06-24T09:47:44-03:00 Hugo Buzelli Leoncio hugobuzellileoncio@hotmail.com Denize Duarte Celento denize.celento@hotmail.com <p>Este estudo tem como objetivo relatar o cenário de internação hospitalar com a população idosa. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de campo, com revisão bibliográfica enquanto etapa metodológica. A abordagem é qualitativa e quantitativa. O cenário é um Hospital Universitário da região Centro Sul Fluminense. Foi realizado levantamento de prontuários de idosos com idades superior a 60 anos, internados nos anos de 2017 e 2018. Realizada análise através de questionário estruturado com itens relacionados a faixa etária, tempo de permanência, sexo e quantidade de internações. Conclui-se que a população idosa vem obtendo um crescimento acelerado, necessitando de mudanças no planejamento da saúde pública, a fim de poder prestar uma assistência com mais qualidade, e que os estudos voltados a população idosa, está longe de se esgotar, sendo necessário a busca contínua de dados para melhoria do atendimento a esta clientela.</p> 2020-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2211 Delineamento de pacientes do núcleo de atenção à saúde da pessoa estomizada: um estudo descritivo do estomizado intestinal 2020-06-24T09:47:45-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Marilda Andrade marildaandrade@uol.com.br Júlio César Figueiredo Júnior julio.enf_@hotmail.com Hosana Pereira Cirino hosana_fenf@hotmail.com Juliano Miranda Teixeira enfteixeira@gmail.com Rafael Luiz Amorim de Oliveira rafaelluiz.a.m@gmail.com <p>Trata-se de um estudo descritivo sobre o perfil social de paciente estomizados intestinais, cadastrados em um Núcleo de Atenção à Saúde da Pessoa Estomizada, situado em um município do Estado do Rio de Janeiro, que objetivou em descrever o perfil socioeconomico do paciente estomizado intestinal cadastrados. A amostra deste estudo foi composta por 32 participantes, residentes em casa própria com familiares. A pessoa estomizada é todo aquela que é subordinado a uma intervenção cirúrgica com exteriorização do sistema digestório, respiratório e urinário. A população mais carente, possui hábitos e costumes que podem potencializar o aparecimento do câncer, sendo este uma das principais patologias que resultam em ostomias, sendo também resultado de um serviço de saúde ineficiente, o que leva a população a procurar este serviço mais tardiamente. Assim, não é mais possível a prevenção e detecção precoce, e sim diagnóstico tardio, resultando na inserção do estoma. Conclui- se que, a necessidade de uma reorganização da assistência prestada os pacientes estomizados, com maior riqueza de investimento nas ações de educação em saúde, de forma que os princípios do SUS sejam uma realidade de vida do público em questão, tem em vista que, a assistência ao estomizado perpassa a execução de cuidado técnico.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2111 O Perfil epidemiológico da sífilis no município de Vassouras-RJ: Estratégias e desafios dos enfermeiros da atenção básica para promoção e prevenção da sífilis 2020-06-24T09:47:48-03:00 Thainá Souza Silva thainasouza35@yahoo.com.br Elisângela do Nascimento Fernandes Gomes elisangelavass@yahoo.com.br <p>A sífilis é uma infecção bacteriana sistêmica, crônica, curável e exclusiva do ser humano. Quando não tratada, evolui para estágios de gravidade variada, podendo acometer diversos órgãos e sistemas do corpo. Trata-se de uma doença conhecida há séculos; seu agente etiológico, descoberto em 1905, é o Treponema pallidum, subespécie pallidum. Sua transmissão se dá principalmente por contato sexual, contudo, pode ser transmitida verticalmente para o feto durante a gestação de uma mulher com sífilis não tratada ou tratada de forma não adequada. Nos últimos cinco anos foram observados um aumento constante no número de casos de sífilis em gestantes, sífilis congênita e sífilis adquirida. Diante dos fatos apresentados, o estudo tem como objetivo Geral: Descrever a epidemiologia da Sífilis no município de Vassouras-RJ. Compreender acerca das ações de promoção e prevenção desta enfermidade desenvolvida pelos enfermeiros da Atenção Básica de Saúde. Objetivos Específicos: Caracterizar o perfil epidemiológico da sífilis no município de Vassouras dos anos de 2016 a 2018; Identificar as estratégias e os desafios dos enfermeiros da Estratégias Saúde da Família (ESF) para a promoção e prevenção da Sífilis. Espera-se que o estudo possa servir como fonte de dados para reconstruir um novo saber teórico-prático, na reorganização e no planejamento dos serviços oferecidos à população, na promoção e prevenção da Sífilis. Espera-se que o estudo possa servir como fonte de dados para reconstruir um novo saber teórico-prático, na reorganização e no planejamento dos serviços oferecidos à população, na promoção e prevenção da Sífilis.</p> <p><strong><em>Palavras-Chave</em></strong>: Palavras Chaves: Epidemiologia, Sífilis, Enfermeiros, Atenção Básica de Saúde.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2108 Ações de Prevenção e Controle de Infecção na Corrente Sanguínea: um estudo de revisão 2020-06-24T09:47:50-03:00 Brenda Cortes da Silva brendacortes_2009@hotmail.com Mônica de Almeida Carreiro monica.carreiro@gmail.com <p>O objetivo deste estudo consiste em analisar as evidências científicas sobre os desafios para a prevenção e monitoramento da Infecção Primária de Corrente Sanguínea (IPCS) por cateteres.Adotou-se a seguinte questão norteadora: “Quais os desafios para prevenção e controle da infecção primária na corrente sanguínea relatada nos estudos publicados?”. Optou – se por utilizar o método de Revisão Integrativa através da construção de análise constituída a partir de seis etapas. A busca pelos artigos foi realizada nas bases de dados online BDENF, LILACS e na biblioteca virtual SciELO. De acordo com os critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 5 artigos para análise e discussão, de onde emergiram duas categorias para a discussão dos artigos, que são elas: “déficit do conhecimento dos profissionais referente à prevenção e controle das IPCS” e&nbsp; “soluções encontradas e propostas”.Com a análise dos artigos, a questão norteadora apresentou como resposta que o desafio encontrado para a prevenção e o controle da infecção consiste no déficit do conhecimento dos profissionais quanto às medidas de controle e prevenção, não sendo ofertado e implementado pelas instituições protocolos, treinamentos e atualizações sobre o tema. A partir do estudo realizado concluiu- se que a redução nos índices das taxas de Infecções Primárias da Corrente Sanguínea requer um esforço progressivo e constante, envolvendo a adesão de todos os profissionais responsáveis pelo manuseio dos cateteres. Necessitando de medidas educativas alternativas para a adesão das medidas de prevenção e controle.</p> 2020-06-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2001 O diagnóstico diferencial na Síndrome de Sjögren: Síndrome Linfocítica Infiltrativa Difusa em pacientes HIV positivos 2020-06-24T09:47:51-03:00 Julia Spinelli carla.a.vidal@gmail.com <p>resumo: a Sídrome de sjögren, uma doença de ampla incidência mundial e considerada subdiagnosticada por especialistas, é clinicamente muito semelhante à síndrome linfocítica infiltrativa difusa, uma patologia também considerada subdiagnosticada e relacionada ao vírus da aids. o presente estudo, dessa forma, objetiva difundir o conhecimento acerca de ambas as doenças autoimunes, além de compará-las para melhor diagnosticar os pacientes, direcionando o tratamento e promovendo-lhes um controle mais acertivo de suas comorbidades.</p> <p>palavras-chave: Síndrome Linfocítica Infiltrativa Difusa; Síndrome de Sjögren; HIV.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2291 Câncer de mama masculino: contributos do enfermeiro na atenção primária de saúde 2020-06-24T09:47:52-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Ana Cristina Vieira da Silva c_vieirasilva@hotmail.com Denilson da Silva Evangelista denilsonevan@gmail.com <p>O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, formando assim um tumor com o potencial para invadir outros órgãos. Afirma também que quando a doença é diagnosticada no início, a maioria dos pacientes tem boa resposta ao tratamento. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa, com objetivo de compreender o conhecimento, através dos levantamentos bibliográficos, frente o câncer de mama masculino. Após a associação de todos os descritores foram encontrados 537 artigos, excluídos 517 e selecionados 20. Posterior à leitura reflexiva emergiram quatro categorias: Cuidados do homem a saúde; Câncer de mama no homem; Presença do paciente homem nas redes primárias; Estratégia do enfermeiro nas ações de prevenção ao câncer de mama masculino. Apesar do câncer de mama masculino não representar um número expressivo de casos em relação a outros tipos de câncer no homem, sugere-se a necessidade de detectar precocemente este tipo de câncer, definindo assim o diagnóstico e tratamento, para que dessa forma tenha um melhor prognóstico. Conclui-se a questão epidemiológica do CA de mama masculina e a dificuldade do comparecimento dos homens nas Redes Primárias torna esse assunto de extrema importância, devendo assim ser discutido pelos profissionais da área. O enfermeiro é o agente mais próximo dos pacientes, por isso sua importância nas redes básicas. Este profissional, dependendo de seu conhecimento e interesse, poderá contribuir significativamente no processo de detecção de patologias, mas também a falta de tato com o público e falta de conhecimento podem prejudicar todo o trabalho de prevenção.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2107 O Cuidado de Enfermagem a criança com transtorno do espectro autista: um desafio no cotidiano 2020-06-24T09:47:54-03:00 Lara de Brito Ribas rbritolara@gmail.com Manoela Alves alves.manoela@gmail.com <p>O trabalho trata do cuidado de enfermagem a criança autista. Tendo por objetivos:<br>descrever o cuidado de enfermagem a criança autista e analisar o cuidado de<br>enfermagem a criança autista. Trata-se de uma revisão bibliográfica, através de estudos<br>científicos, nas bases de dados mais relevantes como: Scielo (Scientific Electronic<br>Library Online) e BIREME. Foram encontrados inicialmente 1.278 artigos que<br>envolviam o tema de autismo. Após aplicar os DECS (cuidados de enfermagem,<br>transtorno do espectro autista, autismo), filtrou-se 8 artigos que abordavam a temática,<br>no idioma Português e no período de 2014-2019. Após avaliação dos títulos,<br>encontraram-se o total de 6 artigos, com a leitura minuciosa dos artigos foram excluídos<br>o total de 3 artigos, resultando em somente 3 artigos que abordavam a temática dos<br>cuidados de enfermagem ao autismo infantil Os dados demonstram um grande déficit<br>sobre a temática. A prática assistencial do enfermeiro frente à criança autista, ainda é<br>um tabu para muitos profissionais, o que decorre da falta de estudos científicos que<br>abordem o assunto. Conclui-se, que há a necessidade de que a temática seja ministrada<br>na graduação, a fim de que sejam produzidos estudos que capacitem os profissionais<br>enfermeiros, proporcionando uma assistência qualificada.</p> <p>Palavras chave: Autismo; Criança; Cuidado de enfermagem.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2208 Fatores que interferem no aleitamento materno exclusivo durante os primeiros seis meses de vida do bebê 2020-06-24T09:47:55-03:00 Diogo Jacintho Barbosa Jacinthobarbosa@gmail.com Thais Cesário Vasconcelos enferthais@hotmail.com Marcia Pereira Gomes mpsemog@gmail.com <p><strong>Objetivo:</strong> identificar os fatores que interferem na manutenção do aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida do bebê. <strong>Metodologia:</strong> trata-se de uma revisão integrativa composta por 12 artigos que foram selecionados para a amostra deste estudo a partir das bases de dados BDENF, LILACS, SCIELO BBO no idioma português. <strong>Resultados:</strong> os dados incluídos neste estudo foram analisados divididos pelas semelhanças temáticas em três categorias: “fatores que interferem na manutenção do aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida do bebê”; “mitos sociais, a inserção de bicos artificiais e outros fatores de risco para o desmame precoce”; e “o papel da enfermagem na promoção e manutenção do aleitamento materno”. <strong>Conclusão: </strong>conclui-se que ainda há um elevado índice de desmame antes do período recomendado, mesmo com todos os esforços de campanhas realizadas sobre a importância do aleitamento materno exclusivo. Embora o aleitamento materno exclusivo seja o ideal para o bebê nos primeiros seis meses de vida, atualmente, vários fatores influenciam na prática do aleitamento, desde o contexto sociocultural até problemas ocasionados pela prática incorreta da amamentação.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2297 Repercussões da hemodiálise no paciente com doença renal crônica: uma revisão da literatura 2020-06-24T09:47:57-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Brenda de Oliveira Jorge brendaoliverjorge@gmail.com Raíssa de Sena Queiroz thegirlsrcj@hotmail.com <p>A hemodiálise é o método de diálise mais comumente empregado para remover substâncias nitrogenadas tóxicas do sangue e excesso de água. Requer cuidado intensivo devido à possibilidade de intercorrências clínicas. Neste sentido é importante refletir sobre o cuidado de enfermagem aos pacientes crônicos, particularmente no que se refere à qualidade da assistência, resolutividade do serviço/tratamento e educação em saúde. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa, com objetivo de descrever repercussões da hemodiálise no paciente com doença renal crônica. Após a associação de todos os descritores foram encontrados 1.565 artigos, excluídos 1.539 e selecionados 26 artigos. Posterior à leitura reflexiva emergiram quatro categorias: Doença Renal Crônica (DRC); Hemodiálise e as complexidades do tratamento terapêutico; Qualidade de vida dos pacientes em Hemodiálise; Contribuições da enfermagem no tratamento hemodialítico. A hemodiálise é o tratamento terapêutico mais utilizado na DRC e é acompanhado de inúmeras restrições de vida tais como, restrições alimentares, de atividades diárias básicas, e sociais. A forma ativa do tratamento é realizada em hospitais ou unidades especializadas, onde o usuário necessita dispor de cerca de quatro horas por dia, durante três vezes por semana, o que implica diretamente na sua qualidade de vida. Conclui-se que as repercussões no estilo de vida, acarretadas pela doença renal crônica, e pelo tratamento hemodialítico, ocasionam limitações físicas, sexuais, psicológicas, familiares e sociais, que podem afetar a qualidade de vida e, frente a isso, é de grande relevância a participação do enfermeiro, para contribuição no processo de adaptação do paciente e sua nova rotina.</p> <p>&nbsp;</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2213 A importância da anatomia dentária para a odontologia: revisão de literatura 2020-06-24T09:47:59-03:00 Juliana Pinheiro julianapinheiroodonto92@gmail.com Luana Amorim Morais da Silva luanaamorimmorais@hotmail.com Gabriel Gomes da Silva silvagg94@gmail.com Gabriel Coutinho Gonçalves gabrielcoutinhoo@hotmail.com Dennys Ramon de Melo Fernandes Almeida dennysfernandes@ymail.com Rafaella Bastos Leite rrafaella_bastos@hotmail.com <p>Anatomia dentária é a parte da anatomia humana que se dedica ao estudo do órgão dentário, composto pelo dente e suas estruturas adjacentes. O presente trabalho tem como objetivo abordar, por meio de uma revisão da literatura, os aspectos da anatomia dentária e sua correlação com a odontologia. Foi realizado um levantamento bibliográfico nas bases de dados Medline e &nbsp;PubMed, foram selecionados 15 seguindo os seguintes critérios de inclusão: disponibilidade do texto integral, publicação nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola. O desenvolvimento dentário é um processo complexo, pelo qual os dentes se formam a partir de células embrionárias, crescem e irrompem na cavidade oral. Os dentes são órgãos calcificados implantados nos alvéolos e protegidos pela gengiva em ambas as arcadas, além disso, auxiliam na formação das palavras e contribuem a dar expressão ao rosto, bem como, sua estética. Desta forma, é necessário uma percepção estética do cirurgião-dentista, para que possa corrigir e restabelecer a fisiologia completa, harmonia e estética aos dentes, agindo, portanto, como um agente transformador da autoestima dos pacientes.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2173 Conceitos sobre o diagnóstico e tratamento das lesões cervicais não cariosas: revisão de literatura 2020-06-24T09:48:01-03:00 Juliana Pinheiro julianapinheiroodonto92@gmail.com Luana Amorim Morais da Silva luanaamorimmorais@hotmail.com Gabriel Gomes da Silva silvagg94@gmail.com Rafaella Bastos Leite rrafaella_bastos@hotmail.com Gabriel Coutinho Gonçalves risdogabs@gmail.com Dennys Ramon de Melo Fernandes Almeida dennysfernandes@ymail.com <p>As lesões cervicais não cariosas constituem um grupo de grande complexidade clínica odontológica, sobretudo, no que se refere ao agente etiológico e tratamento proposto. Atualmente as lesões cervicais não-cariosas têm sido pesquisadas com maior interesse em decorrência da perda excessiva do tecido dentário na região cervical (junção amelocementária), causando sensibilidade dentária, problemas funcionais e estéticos. O presente trabalho tem como objetivo abordar por meio de uma revisão da literatura a etiologia das lesões cervicais não cariosas, sendo de extrema importância para favorecer um tratamento adequado ao paciente. Foi realizado um levantamento bibliográfico nas bases de dados Medline, PubMed, Scielo, Science direct e Google Scholar. A estratégia de busca utilizada foi “noncarious cervical lesions”, “tooth abrasion”, “tooth erosion” e “tooth abfraction”. Foram selecionados 24 artigos publicados entre 2014 até 2019. As lesões cervicais não cariosas são patologias de etiologia multifatorial, todavia, sem relação com agente infeccioso. O tratamento é diversificado, sendo comum iniciar com a identificação do fator causal, o prognóstico depende do nível da lesão, sendo importante informar e orientar os pacientes acerca de hábitos que causam danos a sua saúde, bem como, processos de higiene pessoal adequado para a promoção de saúde individual.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2146 A mercantilização da morte à luz da perspectiva bioética 2020-06-24T09:48:04-03:00 Amanda Cafezeiro amandacafezeiro@hotmail.com Annaterra Araújo Silva annaterraraujo@live.com Tarcísio Pereira Guedes tarcisioguedes_psi@hotmail.com Luziet Maria Fontenele-Gomes luzietfontenele@gmail.com Saú da Silva Souza saued1@hotmail.com Sérgio Donha Yarid yarid@uesb.edu.br <p><strong>Introdução:</strong> A compreensão da morte não como fenômeno natural, mas como algo abarcado pelo modo de produção para geração de lucro, reflete o real sócio-histórico que estabelece os vínculos sociais, deixando de ser uma abstração para ser vista materialmente satisfazendo as necessidades humanas. Nessa perspectiva, este artigo objetivou descrever o que versa a literatura sobre aspectos bioéticos que circundam a mercantilização da morte. <strong>Materiais e Métodos:</strong> Trata-se de uma revisão descritiva, de cunho reflexivo, realizado mediante levantamento de literatura especializada sobre “bioética”, “sepultamento”, “funerárias”, “morte” e “pesar”; foram utilizadas bases de dados diversas, como bibliografias brasileiras e estrangeiras. <strong>Resultados:</strong> Para obter sucesso, no tocante à comercialização do produto funerário, diversas maneiras vêm sendo aplicadas com finalidade de desmitificá-lo, retirando as ligações que existem com o sofrimento. A mercantilização da morte reafirma as diferenças de classes sociais na sociedade ocidental. <strong>Discussão:</strong> Diante do inevitável da morte, sempre existirão empresas que visarão lucrar realizando os cuidados com o corpo e os mais variados tipos de trabalho. Todavia, a consideração dos princípios bioéticos pode auxiliar no trato ético com os familiares e o morto. &nbsp;<strong>Considerações Finais:</strong> Há diferentes reflexões sobre a bioética acerca da mercantilização de morte, porém, este campo continua aberto, devido à escassez de estudos na literatura que tratem diretamente destes assuntos. A cada dia, surgem novas questões que envolvem conflitos e que precisam ser debatidas, uma vez que vários pontos de vista são possíveis, o que demanda constante aprofundamento.</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Bioética. Funerárias. Morte. Pesar</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> 2020-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2202 A Representação Social do Consumo de Drogas Psicoativas 2020-06-24T09:48:07-03:00 Diogo Jacintho Barbosa Jacinthobarbosa@gmail.com Antonio Marcos Gomes Tosoli mtosoli@gmail.com Thais Cesário Vasconcelos enferthais@hotmail.com Marcia Pereira Gomes mpsemog@gmail.com <p><strong>Objetivo: refletir sobre o imaginário sociocultural do consumo de drogas psicoativas. Método: estudo descritivo do tipo análise reflexiva, foi realizado um levantamento de dados na LILACS, MEDLINE e SCIELO por artigos publicados de 2000 a 2015. Resultados: o imaginário sociocultural do consumo de drogas psicoativas está relacionado a alguns grupos sociais, são eles: família do usuário, profissionais de saúde, paciente, professores de jovens bem como também para as mulheres. Conclusão: entender o imaginário sociocultural sobre o consumo de drogas psicoativas é importante pois pode facilitar a captação e aderência ao tratamento, colaborando assim para a redução das complicações decorrentes da utilização abusiva de drogas psicoativas<em>. </em></strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Palavras-chave:</strong><strong> Drogas; Álcool; Representação Social; Dependência Química, Drogas Psicoativas. </strong></p> 2020-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2165 Relevância do estudo da Bioética no contexto acadêmico de profissionais de saúde: relato de experiência 2020-06-24T09:48:09-03:00 Amanda Cafezeiro amandacafezeiro@hotmail.com Annaterra Araújo Silva annaterraraujo@live.com Sérgio Donha Yarid yarid@uesb.edu.br Ana Lúcia Gonçalves de Oliveira Cunha analuciaocunha15@gmail.com Felipe Barros Castro felipebcastro@hotmail.com <p><strong>Introdução:</strong> O estudo da Bioética no Brasil é recente e se iniciou a partir de 2001, com as Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação da Saúde, quando institucionalizou-se enquanto disciplina na matriz da graduação. Refletir sobre seu ensino em cursos de saúde, enfatizando a relevância da temática na formação profissional é o objetivo deste estudo. <strong>Material e Métodos:</strong> Para tanto utilizou-se o relato de experiência dos pesquisadores membros do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Jequié, Bahia, Brasil, bem como a literatura disponível em bases de dados virtuais a respeito do ensino da Bioética nos cursos de saúde. <strong>Resultados e Discussões:</strong> As grandes transformações sociais ocasionadas pelo surgimento de novas tecnologias expõem os profissionais de saúde a conflitos éticos em suas práticas, tornando reconhecida a importância do estudo da Bioética durante sua formação. Para além do treinamento técnico, é necessário desenvolver competências subjetivas que o auxiliem no manejo humanizado de dilemas morais. Diversos questionamentos são feitos acerca destas habilidades, bem como sobre as metodologias ideais para atingir tal finalidade.<strong> Considerações Finais: </strong>Este estudo demonstra que ter a disciplina Bioética na matriz curricular é um aporte basilar relevante no enfrentamento de situações morais referentes à profissão. Todavia, continua sendo necessário investir no aprimoramento da metodologia de ensino da bioética, de modo a preservar seu caráter inter e transdisciplinar, favorecendo um aprendizado compatível com a prática dos profissionais de saúde.</p> <p><strong>Palavras-Chave: </strong>Bioética. Pessoal de Saúde. Universidades.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2077 Morte e Morrer na emergência pediátrica: a protagonização da equipe de enfermagem frente a finitude da vida 2020-06-24T09:48:12-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Bruna Porath Azevedo Fassarella brunaporath@gmail.com Keila do Carmo Neves keila_arcanjo@hotmail.com <p>Trata-se de uma pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa e caráter descritivo que tem como objeto de estudo o processo morte e morrer na emergência pediátrica, que tem como objetivos descrever o processo de finitude da vida no setor da emergência pediátrica e identificar a percepção e atuação da equipe de enfermagem na finitude da vida no setor de emergência pediátrica. O findar da vida na infância é considerado mais doloroso que na vida adulta, já que a morte de uma criança leva a um conceito de tragédia e interrupção do ciclo da vida. Dessa maneira, a sobrevida dela se constitui como um objetivo principal para equipe, devido à alta possibilidade de cura em pacientes pediátricos. Como metodologia, utilizou-se a Biblioteca Virtual de Saúde, nas bases de informações LILACS, BDENF, MEDLINE e SCIELO, com recorte temporal de 2009 à 2019. Conclui-se que o enfrentamento do processo morte e morrer emerge diversas complicações pra equipe de enfermagem e, quando ocorre na idade pediátrica, em situações de emergência é ainda mais desfavorável e, por isso, precisa ser tratado com muito cuidado e cautela.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2132 A Equipe de Enfermagem e a Morte do Recém- Nascido 2020-06-24T09:48:14-03:00 Ana Paula Ribeiro anapaula.s.ribeiro91@gmail.com Jannaína Sther Leite Godinho Silva jjasher@gmail.com Tayná Costa de Medeiros taynacostamedeiros@gmail.com <p>A convivência com as situações de terminalidade faz parte do cotidiano dos<br>profissionais de Enfermagem, mais especificamente dos que atuam em Unidades de<br>Terapia Intensiva Neonatal (UTINs). A morte é um evento biológico natural e inevitável<br>da vida humana. Ao mesmo tempo, provoca reações e sentimentos variados em todas as<br>pessoas. No cenário das instituições hospitalares, a morte se encontra presente de<br>maneira mais constante. o presente estudo propõe identificar os aspectos emocionais da<br>equipe de enfermagem relacionados ao enfrentamento da morte do RN na UTI<br>Neonatal.Trata-se de uma revisão integrativa que explorou 24 artigos nas bases de<br>dados: Scientific Electronic Library Online (SciELO), Literatura Latino-Americana e do<br>Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Bireme, Google acadêmico e MEDline. Tendo<br>como resultado o constando o sofrimento motivado pelo fim da vida do,paciente sendo<br>necessário criar atitudes para que o enfermeiro possa extravasar os seus sentimentos.<br>Por conseguinte, o profissional conseguirá obter melhor preparo para lidar com o<br>processo de morte, tornando a assistência mais apropriada e humana. Conclui-se que o<br>tema morte e o relacionamento com estes pacientes precisam ser amplamente discutido<br>nas estruturas curriculares das universidades com vistas à desmistificação dos<br>significados do fenômeno que estejam associados à ideia de medo e pavor e que possa,<br>dessa maneira, surgir uma nova forma de entendimento e sensibilidade para lidar com o<br>processo de morte.</p> <p>Palavras-chave: Enfermagem, morte, recém-nascido, emoções.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2264 A formação ética por meio de cursos de especialização em bioética no Brasil. 2020-06-24T09:48:15-03:00 Fabiano Maluf maluffabiano@gmail.com <p>O presente estudo tem como objetivo analisar a formação ética de profissionais em cursos de especialização em bioética oferecidos no Brasil. Realizou-se entrevistas semi-estruturadas com os coordenadores de sete cursos e os resultados encontrados foram submetidos à análise qualitativa pela Análise de Conteúdo, proposta por Bardin. Os seguintes aspectos foram abordados: qual o perfil dos profissionais que procuram os cursos; como a bioética pode contribuir para a aproximação entre teoria e prática; a necessidade e importância de um curso de especialização em bioética para a formação profissional e qual o domínio de conhecimento mínimo necessário para se tornar um bioeticista. Os resultados indicam que os cursos têm em comum o objetivo de proporcionar uma visão integradora da bioética, socialmente comprometida e criticamente fundamentada, com o intuito de despertar o interesse dos profissionais para a reflexão e o debate de problemas bioéticos. Nesse sentido, a oferta de cursos de especialização em bioética deve ser entendida como parte de um processo de aprimoramento da atuação profissional a partir da dimensão ética.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2236 Impactos do enade na vida do acadêmico de enfermagem da Universidade Iguaçu 2020-06-24T09:48:16-03:00 Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com Estelita da Mota Souza souzaestelita@yahoo.com.br Marileide Paulo Santos Sampaio marileidesampaioenf@yahoo.com <p>Este estudo tem a finalidade de conhecer as manifestações de ansiedade vivenciadas por estudantes de enfermagem de uma universidade da Baixada Fluminense do Estado do Rio de Janeiro, visto que no decorrer da vida acadêmica lidam com situações estressoras e no fim de sua graduação precisam passar por uma avalição da qual seu desempenho contribuirá com a nota de sua instituição de formação a qual carregará em seu futuro currículo,&nbsp; através de uma pesquisa qualitativa, exploratória, e descritiva, com acadêmicos do curso de graduação de enfermagem que participarão da prova do ENADE. Através de revisões de literaturas como artigos científicos das bases de dados SCIELO (Scientific Eletronic Library Online), google acadêmico, assim como TCCs, teses, monografias e dissertações. A análise de conteúdo se deu através da categorização dos dados analisados. Conclui-se então que os participantes da pesquisa sabem da relevância da prova para o seu diploma de graduação.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2074 Educação em Saúde promovendo prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis em caminhoneiros através do uso de preservativos 2020-06-24T09:48:18-03:00 Tiago Mascarenhas tiagoferraz95@gmail.com Ana Carolina Bahia Perrone anabahiaperrone@hotmail.com Sérgio Donha Yarid syarid@hotmail.com <p>Os caminhoneiros, atualmente, compõem uma classe de trabalhadores expostos a diversos fatores que os colocam numa posição de vulnerabilidade. Ações de Educação em Saúde são propostas como tentativa de esclarecimento quanto ao uso de preservativos na prevenção das Infecções Sexualmente transmissíveis. Esse trabalho tem por objetivo promover educação em saúde relacionada ao uso de preservativos associado à prevalência de IST em caminhoneiros que trafegam na BR-116. Foi realizada uma ação de intervenção de educação em saúde multidisciplinar intitulada Saúde na BR, promovida por docentes e discentes do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, que ocorre na base da Polícia Rodoviária Federal da BR-116 no município de Jequié, Bahia. Os 100 motoristas de caminhão de carga que participaram, eram na sua totalidade do sexo masculino. Destes, 90% possuíam vida sexual ativa e 10% já tiveram doença sexualmente transmissível. Somente 29% dos participantes responderam que sempre usam camisinha em suas relações sexuais, porém após as ações educativas, 60% deles passaram a afirmar que usarão sempre camisinha a partir daquele momento. Diante desses resultados, conclui-se a importância de medidas educativas na promoção da saúde assim como na prevenção de doenças infectocontagiosas.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2140 Curso de gestão das emoções para profissionais de saúde 2020-06-24T09:48:20-03:00 Rafael de Oliveira Cardoso rafaelcardosojf@gmail.com Claudia Mara de Melo Tavares claudiamarauff@gmail.com <p>Objetivo Geral: Desenvolver um curso de gestão das emoções para profissionais de saúde. Objetivos específicos: Propor conteúdo e metodologia de ensino para o desenvolvimento de um curso de gestão das emoções para profissionais de saúde; Desenvolver conteúdo e estratégia metodológica para o curso de gestão das emoções; avaliar o curso de gestão das emoções junto aos participantes com base na metodologia sóciopoética. Metodologia: Estudo qualitativo, descritivo-exploratório, com abordagem sociopoética, a ser realizado com a equipe multiprofissional do setor de saúde do Instituto Federal Fluminense (IFF) <em>campus</em> Macaé. A produção de dados ocorrerá por meio da constituição do grupo pesquisador sociopoético, seguindo os princípios preconizados pela sociopoética. A partir da expressão de emoções e escolha do tema gerador, pretende-se utilizar da arte para relaxamento e técnica de imaginação guiada, com dinâmicas de grupo nas oficinas e expressão das emoções. Resultados esperados: Acredita-se que esse estudo favoreça a formação dos profissionais de saúde para atuarem no âmbito do SUS, com aprimoramento da capacidade de gerenciar as emoções e promovendo o desenvolvimento de estratégias para o manejo das emoções, para aumentar o bem-estar dos profissionais de saúde e possibilitar maior eficiência na resolutividade dos problemas dos usuários do SUS. Como produto dessa pesquisa se espera desenvolver um curso de sensibilização para construção das competências coletivas em gerenciamento das emoções na formação do profissional de saúde.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2194 Estratégia de ensino para melhoria das fiscalizações sanitárias em drogarias na região de saúde Leopoldina/Cataguases MG 2020-06-24T09:48:21-03:00 Marcela Bella Lopes bellalps@hotmail.com Benedito Carlos Cordeiro bcordeiro@id.uff.br <p><strong>Introdução:</strong> este estudo apresenta como um problema a dificuldade de melhorar a elaboração de relatórios de inspeção sanitária e a melhoria dos processos de inspeção na Vigilância Sanitária Municipal (VISA) na região de saúde de Leopoldina / Cataguases –Minas Gerais (MG). <strong>Objetivo</strong>: Desenvolver uma ferramenta educacional para melhorar o desempenho nas inspeções de saúde; avaliar a aplicação de itens previamente selecionados a partir do roteiro padronizado do SES / MG; verificar a relação entre o número total de problemas identificados nas inspeções de saúde em farmácias e o número total de medidas de saúde adotadas e avaliar a tendência histórica dos últimos 5 anos quanto ao número de irregularidades identificadas em cada inspeção. <strong>Materiais e Métodos</strong>: pesquisa aplicada, com abordagem quantitativa, exploratória, documental, longitudinal. O cenário da pesquisa será a vigilância sanitária municipal (VISAS) da região de saúde de Leopoldina / Cataguases-MG, composta por 10 municípios. O estudo analisará os relatórios de inspeção elaborados nos últimos 5 anos, e os critérios de inclusão serão relatórios gerados em inspeções em farmácias cujo objetivo é renovar uma licença sanitária. Serão excluídos os estabelecimentos que não possuam licença para dispensar medicamentos controlados pela Portaria ANVISA 344/98. A pesquisa será submetida ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal Fluminense-UFF. Como técnicas de coleta de dados, será realizada análise documental dos relatórios de inspeção sanitária. <strong>Resultados esperados</strong>: espera-se ter um impacto positivo nos processos de trabalho da Visa, contribuindo para o progresso alcançado em MG na Gestão da Qualidade. Considerações finais: espera-se que a pesquisa proponha um produto capaz de apoiar as atividades de inspeção.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2160 Cuidados paliativos oncológicos: acesso venoso central de inserção periférica sob a perspectiva da educação continuada . 2020-06-24T09:48:23-03:00 Fernanda Barcellos Santiago nanda_barcellos@yahoo.com.br Ana Lúcia Abrahão abrahaoana@gmail.com <p>O cuidado paliativo caracteriza-se pela busca da qualidade de vida. Dentre vários aspectos a serem abordados nesse tipo de paciente, a administração de medicamentos é importante para o manejo de sintomas tanto quanto a via administração. Os pacientes em cuidados paliativos oncológicos, via de regra, apresentam características muito peculiares e necessitam de um acesso venoso confiável e eficaz para a atuação em momentos críticos. <strong>Objetivos:</strong> Conhecer a viabilidade do PICC em cuidados paliativos oncológicos tendo como perspectiva&nbsp; a educação continuada na equipe de enfermagem. <strong>Metodologia:</strong> Estudo&nbsp; em duas fases, a primeira será um estudo de caso que é um método qualitativo e exploratório, e o segundo, a construção de um plano de educação continuada para equipe de enfermagem . O cenário de escolha é o Instituto Nacional de Câncer, unidade IV, que presta cuidados paliativos oncológicos. Os paciente serão puncionados com o PICC, acompanhados através de um diário de campo e &nbsp;de um questionário semi estruturado . Segunda fase,&nbsp; será um plano de educação continuada para a equipe de enfermagem do INCA IV, será abordado, através de dois encontros, a temática com aulas utilizando metodologias ativas e expositivas sobre:&nbsp; a anatomia, inserção do PICC, cuidados de enfermagem específicos para essa técnica. <strong>Resultados esperados:</strong> avaliar o impacto na qualidade de vida do paciente em cuidado paliativo oncológicos submetido ao PICC e produzir uma melhor interação da equipe de enfermagem, dos diversos setores do INCA VI, através da educação continuada</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2298 Implementação do atendimento em um hospital universitário à pessoa acometida por COVID-19: lições para o ensino de enfermagem 2020-06-24T09:48:24-03:00 Odilon Adolfo Branco de Souza odilonbranco@gmail.com Cláudia Mara de Melo Tavares claudiamarauff@gmail.com <p>Objetivos: Analisar os desafios postos para o gerente de enfermagem de um hospital universitário na etapa de planejamento da equipe de enfermagem para o tratamento de pessoas acometidas pela COVID-19 durante a pandemia de 2020. Método: Trata-se de um relato sistemático de experiência sobre o processo de implementação de fluxo de atendimento e tratamento em um hospital universitário de pessoas acometidas pela COVID-19, tirando, dessa experiência, lições para o ensino de enfermagem - expressando-as por meio de uma “Carta Pedagógica”. Resultados esperados: Espera-se com este estudo transmitir aos futuros enfermeiros a experiência vivida por um gerente de enfermagem hospitalar sobre as principais demandas gerenciais para implementação de atendimento a pessoas acometidas pelo COVID19 contribuindo com a formação de enfermeiros para lidar com pandemias. Produto: Apresentar uma “Carta Pedagógica” dirigida aos estudantes de enfermagem sobre as lições apreendidas da experiência vivida.<br>Palavras-chave: Pandemia; Gestão da prática profissional; Educação em enfermagem; Emoções manifestas.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2104 A percepção dos jovens e adultos sobre evasão escolar: uma visão merlopontiliano 2020-06-24T09:48:26-03:00 Rita de cassia Ferreira da Silva rdecassiaferreira@hotmail.com Rose Mary Costa Rosa Andrade Silva roserosa.uff@gmail.com Eliane Ramos Pereira elianeramos.uff@gmail.com Mônica Moura da Silveira Lima monicam.silveira@gmail.com <p style="text-align: justify; text-justify: inter-ideograph;">&lt;span style="font-size: 10.0pt; font-family: 'Arial'%2</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2267 Cotidiano de trabalho de auxiliares e técnicos de enfermagem na administração de quimioterápicos 2020-06-24T09:48:27-03:00 Sandra de Sousa sandreca01@gmail.com Ândrea Cardoso de Souza andriacsouza@gmail.com <p>&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; RESUMO&nbsp;</p> <p>INTRODUÇAO: O alto índice do câncer é algo preocupante em todo mundo. A estimativa de novos casos segundo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) para cada ano do&nbsp; triênio 2020-2022 será de 625mil novos casos em todo o país. O problema do presente estudo é: como a assistência prestada por auxiliares e técnicos de enfermagem durante a administração de quimioterápicos pode ser melhorada a partir do conhecimento dos processos de trabalho adotados num ambulatório de oncologia. Os objetivos deste estudo são: analisar como os processos de trabalho interferem na administração segura de quimioterápicos. Tendo como objetivos específicos: Conhecer as vivências de auxiliares e técnicos de enfermagem no cotidiano da administração dos quimioterápicos; Identificar os desafios encontrados na prática para a administração segura de quimioterápico. Método: estudo de&nbsp; abordagem qualitativa, que utilizará a técnica de instrução ao sósia, que tem como referencial teórico a clínica da atividade , os participantes da pesquisa serão: técnicos e auxiliares de enfermagem do setor de quimioterapia do ambulatório de oncologia de um hospital universitário do estado do Rio de Janeiro .Como produto pretende-se desenvolver um protocolo com os procedimentos essenciais para uma administração de quimioterápicos .</p> <p>DESCRITORES: oncologia; equipe de enfermagem; quimioterapia.</p> 2020-06-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/2080 Educação Permanente e qualificação do cuidado na Atenção Primária - 2020-06-24T09:48:29-03:00 Livia Alencar Alves livia.alencar.alves@gmail.com Marcos Paulo Fonseca Corvino corvino.m@gmail.com <p>RESUMO</p> <p>&nbsp;</p> <p>Objetivos: Promover uma reflexão sobre as atribuições dos gestores e sua relação com a qualificação do cuidado prestado na Atenção Primária, tendo como base as diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente; Analisar as práticas profissionais dos gestores e quais ações têm sido desenvolvidas para implantar e/ou implementar a educação permanente como uma estratégia para qualificação do cuidado prestado na atenção primária; e Elaborar uma ferramenta digital que facilite aos gestores integrar ações de ensino-serviço,&nbsp; no intuito de qualificar o processo de trabalho, promovendo discussões contínuas e compartilhadas. Método: estudo com caráter qualitativo e uma abordagem descritiva, utilizando como técnica de coleta de dados uma entrevista tendo como instrumento, um questionário semi-estruturado. Os dados serão interpretados à luz do método da análise de Bardin. O cenário da pesquisa será uma Coordenação de Área Programática do município do Rio de Janeiro, com participação de 12 gestores da APS. Os dados serão coletados após aprovação pelo comitê de ética em pesquisa da UFF respeitando-se as Resoluções do Conselho Nacional de Saúde nº. 466/2012 e 510/2016. Resultados esperados: pretende-se instrumentalizar os gestores e consequentemente os profissionais da APS com a criação de uma plataforma digital reunindo protocolos, fluxos e um canal de comunicação livre. Espera-se com este material ampliar ações de EPS nos serviços de saúde.</p> <p>Palavras-chave: Atenção Primária a Saúde, Educação Continuada, Gestão em Saúde, Gestor de Saúde, Qualificação do Cuidado.</p> 2020-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Pró-UniverSUS