Metodologia para a identificação de Staphylococcus sp. na superficie do colchão da maca no pronto socorro

  • Eliana Pereira da Silva
  • Mônica de Almeida Carreiro
  • Rosana Canuto Gomes
Palavras-chave: Enfermagem, Colchão, Staphylococcus sp, Testes bioquímicos

Resumo

A presença de bactérias que oferecem risco à saúde é comum em superfícies inanimadas e equipamentos presentes no ambiente hospitalar. Observa-se que em muitos pronto-atendimentos os pacientes são colocados em colchões de macas aparentemente sem desinfecção prévia, em alguns casos com sujidade aparente como sangue e secreções. Este fato despertou o interesse de investigar a presença de Staphylococcus aureus na superfície do colchão da maca do Pronto Socorro, uma vez que os pacientes podem estar expostos a riscos e danos microbiológicos advindos do colchão. Trata-se de um estudo descritivo sobre os testes bioquimicos feitos para a identificação em laboratório de microbiologia dos Staphylococcus sp., recorte do Trabalho de Conclusão de Curso que aborda a identificação de microrganismos nos colchões hospitalares do setor Pronto Socorro. Este estudo tem como objetivo descrever o a metodologia utilizada para a realização dos testes bioquímicos para a identificação em laboratório de microbiologia dos Staphylococcus sp. A coleta do material biológico foi feita através do meio Agar manitol salgado em placas de petri. Foram coletados 11 placas nos colchões de um hospital do interior. Concluiu-se que houve um crescimento de microorganismos, o qual foi possível identificar os Staphylococcus sp. Porém houve dificuldade em realizar os testes bioquimicos, sendo necessário uma busca de informações sobre a microbiologia para realizar de forma fidedigna a pesquisa.

Publicado
2016-12-16