Toxicidade dermatológica causada por quimioterapia no uso do capecitabina

Revisão integrativa de Literatura

Resumo

Este estudo objetiva descrever os agravos relacionados à toxicidade cutânea durante a quimioterapia com o uso do capecitabina. Trata-se de uma modalidade terapêutica, utilizada de forma paliativa ou curativa para o tratamento do câncer. Uma doença que cresce exponencialmente no mundo e não decorre de uma causa única, podendo resultar de diversos fatores. Objetivo geral: identificar na literatura nacional sobre qual ação, seria mais oportuna e eficaz a fim de contribuir para a melhoria da qualidade de vida do paciente tratamento quimioterápico? Objetivos específicos: Identificar na literatura científica as principais atualizações relacionadas ao cuidado de enfermagem ao paciente com eritrodisestesia palmo-plantar. Descrever de que forma o atendimento do enfermeiro é determinante para a prevenção de agravos relacionados à toxicidade cutânea durante o tratamento quimioterápico. Metodologia: Revisão integrativa, de abordagem descritiva e natureza qualitativa. Resultados: Apropriação do conhecimento sobre o tratamento quimioterápico com o uso da droga capecitabina e dos principais fatores para intervenção de enfermagem no cuidado do paciente oncológico. Conclusão. Os efeitos provocados no organismo do paciente, já fragilizado e vulnerável em razão de procedimento quimioterápico, pelo uso da capecitabina, podem ser reduzidos por meio dos cuidados paliativos e curativos, uma alternativa para promover bem-estar e conforto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Quirino Paiva, Centro Universitário Gama e Souza -UNIGAMA

Acadêmica de Enfermagem do Centro Universitário Gama e Souza - UNIGAMA. RJ, Brasil.

Diogo Jacintho Barbosa, Universidade do Estado do Rio de JaneiroUniversidade Federal do Rio de Janeiro

Doutorando em Enfermagem (UERJ). Mestre em Telemedicina e Telessaúde (UERJ). Graduação em Enfermagem (GAMA FILHO). Membro dos Grupos de Pesquisa Telemedicina e Telessaúde (UERJ) e do Grupo Promoção à Saúde e Cuidado na Atenção Primária, na linha de pesquisa: Avaliação de Serviços e Tecnologias (FIOCRUZ).Membro do Corpo Editorial na função de revisor dos seguintes periódicos: Pesquisa e Saúde da Universidade Cesumar e Revista de Saúde Santa Maria da Universidade Federal de Santa Maria. Membro da ISFTeH - International Society for Telemedicine and eHealth. Professor Substituto na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).Professor de Curso Preparatório em Enfermagem de Nível Superior e Médio. . Atuante na área de saúde desde 2009 nas seguintes temáticas: Educação em Enfermagem, Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, Drogas Psicoativas, Telessaúde, Tele-educação.

Publicado
2020-12-11