A espiritualidade no processo de formação dos profissionais de saúde

Resumo

Introdução:  A espiritualidade tem se mostrado um importante componente terapêutico no processo de restabelecimento da saúde dos indivíduos, mas, em razão da lacuna existente na formação acadêmica, ainda é pouco utilizada pelos profissionais de saúde em seus planos de intervenção.  Destarte, o objetivo deste artigo é descrever como a espiritualidade foi abordada na formação acadêmica de profissionais de saúde. Materiais e Métodos: Estudo de caráter descritivo, transversal com abordagem quantitativa, mediante aplicação de questionário adaptado do estudo multicêntrico Spirituality and Brazilian Medical Education a 53 profissionais de saúde atuantes na Unidade de Terapia Intensiva Adulto de dois hospitais no interior da Bahia. Resultados: Aproximadamente 90% dos entrevistados relataram que na graduação não tiveram contato com o tema Espiritualidade/Saúde, sendo que 81% gostariam de ter participado de alguma atividade relacionada ao tema e ainda, 70% afirmaram que este deveria fazer parte dos currículos dos profissionais de saúde. Discussão: A espiritualidade pode mudar a visão do profissional, evidenciando a real necessidade de uma formação reflexiva e pautada na universalidade do cuidado e na complexidade do ser humano que, para além de biológico, é psicológico, social e espiritual, sendo imprescindível sua inclusão na formação acadêmica do profissional de saúde. Considerações finais: As instituições de ensino não oferecem informações suficientes sobre o tema espiritualidade e saúde, de forma que os discentes que possuem interesse no assunto os adquirem e compartilham fora do espaço institucional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Annaterra Araújo Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB, Jequié/BA, Brasil.

Enfermeira. Mestre em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Membro do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade (UESB), Jequié/BA, Brasil. E-mail: annaterraraujo@live.com  ORCID ID: https://orcid.org/0000-0001-7446-0446

Ana Lúcia Gonçalves de Oliveira Cunha, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB, Jequié/BA, Brasil.

5Advogada. Especialista em Direito Constitucional aplicado, graduanda em Odontologia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Membro do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade, Departamento de Saúde II da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Jequié/BA, Brasil. E-mail: analuciaocunha15@gmail.com  Orcid: https://orcid.org/0000-0001-8712-7183

Sérgio Donha Yarid, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB, Jequié/BA, Brasil.

Cirurgião-dentista.  Doutor em Odontologia Preventiva e Social pela UNESP. Professor Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Coordenador do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade (UESB), Jequié/BA, Brasil. E-mail: syarid@hotmail.com ORCID ID: https://orcid.org/0000-0003-0232-4212

Agnes Claudine Fontes De La Longuiniere, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB, Jequié/BA, Brasil.

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem e Saúde pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Professora assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Membro do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade, Departamento de Saúde II da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Jequié/BA, Brasil. E-mail: agnesfontes@yahoo.com.br Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2407-3338

Ianderlei Andrade Souza, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB, Jequié/BA, Brasil.

Cirurgião-dentista.  Mestrado em Clínica Odontológica pela Universidade Federal da Bahia. Professor Assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Membro do Núcleo de Pesquisa em Bioética e Espiritualidade (UESB), Jequié/BA, Brasil. E-mail: ianderleiandrade@gmail.com ORCID ID: https://orcid.org/0000-0002-7270-8986

Publicado
2020-12-11
Seção
Espiritualidade e Saúde