O enfermeiro intensivista frente ao paciente potencial doador de órgãos

Resumo

Objetivo: descrever os cuidados de enfermagem na manutenção do potencial doador de órgão e tecidos na Unidade de Terapia Intensiva. Material e método: pesquisa descritiva, realizada por meio de revisão bibliográfica sistematizada, baseada em obras publicadas entre 2010 e 2020. Resultados: o enfermeiro exerce atuação na identificação e manutenção das funções vitais do doador, mas para isto, é necessário conhecimento técnico e cientifico sobre o assunto, na busca foram encontrados 8 estudos que se adequava a temática. Discussão: estabilizar hemodinamicamente, corrigir o déficit de oxigenação, tratar infecções bacterianas, reverter à hipotermia, são alguns dos principais cuidados de enfermagem frente à situação descrita. Conclusões: há necessidade de execução de atividades educativas junto aos profissionais de enfermagem. Além da identificação, confirmação, prevenção, detecção precoce e manuseio imediato das complicações advindas da morte encefálica, para que os órgãos possam ser retirados e transplantados nas melhores condições funcionais possíveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-11