Cotidiano de trabalho de auxiliares e técnicos de enfermagem na administração de quimioterápicos

Resumo

                                                         RESUMO 

INTRODUÇAO: O alto índice do câncer é algo preocupante em todo mundo. A estimativa de novos casos segundo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) para cada ano do  triênio 2020-2022 será de 625mil novos casos em todo o país. O problema do presente estudo é: como a assistência prestada por auxiliares e técnicos de enfermagem durante a administração de quimioterápicos pode ser melhorada a partir do conhecimento dos processos de trabalho adotados num ambulatório de oncologia. Os objetivos deste estudo são: analisar como os processos de trabalho interferem na administração segura de quimioterápicos. Tendo como objetivos específicos: Conhecer as vivências de auxiliares e técnicos de enfermagem no cotidiano da administração dos quimioterápicos; Identificar os desafios encontrados na prática para a administração segura de quimioterápico. Método: estudo de  abordagem qualitativa, que utilizará a técnica de instrução ao sósia, que tem como referencial teórico a clínica da atividade , os participantes da pesquisa serão: técnicos e auxiliares de enfermagem do setor de quimioterapia do ambulatório de oncologia de um hospital universitário do estado do Rio de Janeiro .Como produto pretende-se desenvolver um protocolo com os procedimentos essenciais para uma administração de quimioterápicos .

DESCRITORES: oncologia; equipe de enfermagem; quimioterapia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra de Sousa, MPES-UFF

Enfermeira. Mestranda do programa de Mestrado Profissional em Ensino na Saúde/MPES ,UFF, RJ, Brasil

Ândrea Cardoso de Souza, Universidade Federal Fluminense

Enfermeira. Doutora. Professora do programa de Mestrado Profissional em Ensino na Saúde/MPES, UFF, RJ, Brasil.

Publicado
2020-06-16