Delineamento de pacientes do núcleo de atenção à saúde da pessoa estomizada: um estudo descritivo do estomizado intestinal

Resumo

Trata-se de um estudo descritivo sobre o perfil social de paciente estomizados intestinais, cadastrados em um Núcleo de Atenção à Saúde da Pessoa Estomizada, situado em um município do Estado do Rio de Janeiro, que objetivou em descrever o perfil socioeconomico do paciente estomizado intestinal cadastrados. A amostra deste estudo foi composta por 32 participantes, residentes em casa própria com familiares. A pessoa estomizada é todo aquela que é subordinado a uma intervenção cirúrgica com exteriorização do sistema digestório, respiratório e urinário. A população mais carente, possui hábitos e costumes que podem potencializar o aparecimento do câncer, sendo este uma das principais patologias que resultam em ostomias, sendo também resultado de um serviço de saúde ineficiente, o que leva a população a procurar este serviço mais tardiamente. Assim, não é mais possível a prevenção e detecção precoce, e sim diagnóstico tardio, resultando na inserção do estoma. Conclui- se que, a necessidade de uma reorganização da assistência prestada os pacientes estomizados, com maior riqueza de investimento nas ações de educação em saúde, de forma que os princípios do SUS sejam uma realidade de vida do público em questão, tem em vista que, a assistência ao estomizado perpassa a execução de cuidado técnico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wanderson Alves Ribeiro, Mestrando Acadêmico, Universidade Federal Fluminense

Enfermeiro. Mestrando Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde pela Escola de Enfermagem Aurora Afonso Costa da Universidade Federal luminense

Marilda Andrade, Doutora em Enfermagem. Vice-Diretora, Professora Associada Escola de Enfermagem Aurora Afonso Costa da UFF, Niterói/RJ. E-mail:marildaandrade@uol.com.br

Doutora em Enfermagem. Vice-Diretora, Professora Associada Escola de Enfermagem Aurora Afonso Costa da UFF, Niterói/RJ.

Júlio César Figueiredo Júnior, Faculdade de Saúde Ibituruna – FASI

Graduado pela Faculdade de Saúde Ibituruna – FASI; Pós-Graduado em Saúde da Família e Protocolo de Manchester (IPEMIG).

Hosana Pereira Cirino, UERJ

Pós-graduada em Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva e Estomoterapia (UERJ); Saúde da Família (UNIRIO); Pós-Graduado em Estomaterapia (UERJ); Mestre pelo Programa Acadêmico em Fundamentos Filosóficos, Teóricos e Tecnológicos do Cuidar em Saúde e Enfermagem pela UERJ.

Juliano Miranda Teixeira, UERJ

Enfermeiro na Prefeitura Municipal de Belford Roxo, Pós-Graduado em Estomaterapia (UERJ).

Rafael Luiz Amorim de Oliveira, Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ.

Acadêmico do Curso de Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ.

Publicado
2020-06-16