A espiritualidade no cuidado paliativo em insuficiência cardíaca, à luz da Teoria de Jean Watson.

Resumo

Objetivos: Descrever as dificuldades apresentadas pelo enfermeiro para implementar a espiritualidade na assistência ao paciente com insuficiência cardíaca em fase terminal em cuidados paliativos e analisar os desafios que se apresentam na atualidade para o enfermeiro, para a implementação da espiritualidade no cuidado de enfermagem ofertado ao paciente com insuficiência cardíaca em fase terminal, à luz do Referencial Clinical Caritas de Jean Watson. Métodos: Trata-se de pesquisa bibliográfica, com natureza descritiva e abordagem qualitativa. O levantamento de dados foi realizado por meio de busca na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), nas bases de dados da Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências e Saúde (LILACS) e Scientific Electronic Library Online (SCIELO), a partir dos descritores: Espiritualidade; Enfermagem; Insuficiência Cardíaca, Jean Watson. Resultados: Identifica-se que o enfermeiro se sente despreparado, para lidar com pacientes acometidos pela Insuficiência Cardíaca em situações de finitude, tendo que aprender a lidar com a impotência da perda diante da incessante busca pela cura. Conclusão: Há necessidade de programar uma assistência de enfermagem que valorize a espiritualidade do paciente que apresenta Insuficiência Cardíaca e o referencial adotado pode contribuir pra que isso seja efetivado. Sugere-se que a formação dos enfermeiros contemple a oferta de disciplinas que estabeleçam interfaces com a espiritualidade e finitude humana, com vistas a oportunizar melhor preparo, para que estes possam compreender esse processo e, simultaneamente, proporcionar uma morte com amparo, acolhimento e maior dignidade aos pacientes em questão.

 

Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem; Cuidados Paliativos; Espiritualidade Insuficiência Cardíaca.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-11
Seção
Artigo Premiado em Evento Científico