O Presenteísmo no âmbito da enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva

  • Luã Gianine Moreira Universidade de Vassouras
  • Margareth Fernandes Universidade de Vassouras

Resumo

O conceito de presenteísmo surge ao reconhecer a importância dos recursos humanos para organização. Novo na literatura da saúde, vem sendo tratado como preocupação dentro do ambiente de trabalho, uma vez que o profissional irá comparecer doente ao trabalho, colocando em risco sua integridade física e principalmente a assistência prestada ao paciente. O trabalho discute as consequências gerenciais e administrativas do presenteísmo na equipe da UTI. A preocupação sobre o adoecimento dos profissionais que atuam no ambiente de alta complexidade, evita que eles adoeçam e possam causar problemas assistenciais e administrativos para a instituição, melhorando assim a qualidade de vida dos colaboradores. Profissionais da enfermagem que trabalham em Unidades de Terapia Intensiva esbarram a todo tempo nesta problemática, uma vez que precisam trabalhar, mas nem sempre estão em condições psicológicas e físicas para encararem uma jornada de trabalho.  Foi realizado uma pesquisa qualitativa descritiva utilizando descritores relacionados ao tema a fim de excluir os demais artigos que não tivessem relação a temática. O foco no presenteísmo torna-se, então, uma estratégia que os enfermeiros gestores e assistencialistas devem adotar para promover o bem-estar, a saúde, melhorar a produtividade, reduzindo assim os custos, ajudando assim na melhoria da assistência prestada.

Publicado
2019-06-29
Seção
Trabalhos de Pós-Graduação