Ressignificação da existência e do cotidiano de pessoas que vivem com HIV .

Resumo

Estudo descritivo, qualitativo,  parte de um estudo que analisou as condições de vida pessoas vivendo com HIV (PVHIV) e suas implicações para a qualidade de vida. Objetivo descrever e analisar como os sujeitos ressignificam o cotidiano buscando a continuidade e  normalidade da vida  .  Foram 19 entrevistas, com pessoas vivendo com HIV maiores de 18 anos até 70 anos em uso de terapia antirretroviral, e matriculados em um ambulatório de imunologia de um Hospital Universitário. Da análise, emergiram cinco categorias dividas em dois eixos. Neste estudo foi trabalhado o eixo que traduziu  a vida e sua continuidade no contexto de enfrentamento do HIV, abordando a normalidade  e a  busca pela  adaptação a soropositividade. Conclui-se que os sujeitos ressignificam a vivência do cotidiano amparados no  trabalho na rede social de apoio e em elementos que expressam  religiosidade/ espiritualidade e se adaptam  a condição de soropositividade.

 

Biografia do Autor

Marcia Pereira Gomes, HOSPITAL FEDERAL DOS SERVIDORES DO ESTADO./ UNIRIO
Enfermeira. Mestre em Enfermagem pelo Programa Pós- Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).
Fabiana Barbosa Assumpção de Souza, UNIRIO
Pós-Doutora em Enfermagem.  Professora Associada da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (EEAP/UNIRIO). Líder do grupo de pesquisa CNPq Tuberculose, HIV/Aids e Doenças Negligenciadas.  nstituição de Origem
Antônio Marcos Tosoli Gomes, UERJ
Doutor em Enfermagem. Professor da Faculdade de Enfermagem da UERJ. Professor e Coordenador Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UERJ. Pesquisador do grupo de pesquisa Promoção da Saúde e Práticas de Cuidado de Enfermagem e de Saúde dos Grupos Populacionais
Girlene Alves da Silva, UFJF
Doutora em Enfermagem. Professora Associada da faculdade de enfermagem da UFJF
Diogo Jacintho Barbosa
Doutorando em  Enfermagem na Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro-UERJ Brasil.
André Luis Brugger e Silva, UNIRIO
Enfermeiro. Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Referências

UNAIDS. Joint United Nations Programme on HIV/AIDS . Knowledge is power - Know your status, know your viral load. 2018.

Brasil. Ministério da Saúde. Boletim epidemiológico: HIV AIDS 2018 . Julho/2017 a junho/ 2018. Vol,49. Nº 53. 2018.

Braga RM de O, Lima TP, Gomes AMT, Oliveira DC de, Spindola T, Marques SC. Representações sociais do HIV/AIDS para as pessoas que convivem com a síndrome [Social representations of HIV/AIDS for people living with the syndrome]. Revista Enfermagem UERJ [Internet]. 30 de abril de 2016. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/15123

Nascimento ARA, Menandro PRM. Análise lexical e análise de conteúdo: uma proposta de utilização conjugada. Estudos e pesquisas em psicologia, v. 6, n. 2, p. 72–88, 2006.

Camargo BV, Justo AM. IRAMUTEQ: Um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia. 2013;21(2):513–8.

De Andrade Moraes DC, De Oliveira RC, Arruda do Prado AV, Cabral JDR, Corrêa CA, Barbosa de Albuquerque MM. O conhecimento de pessoas vivendo com HIV/AIDS sobre a Terapia Antirretroviral. Enfermería Global. 30 de dezembro de 2017;17(1):96.

Vasconcelos MF de, Costa SFG da, Batista PS de S, Lopes MEL. Cuidados paliativos para o paciente com HIV/Aids: observâncias éticas adotadas por enfermeiros.Revista Enfermagem UERJ [Internet]. 30 de abril de 2016 Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/26409

do Espirito Santo, C. C. et al. Adesão ao tratamento antirretroviral e a espiritualidade de pessoas com HIV/AIDS: estudo de representacoes sociais. Enfermagem Uerj, Rio de Janeiro, v. 21, n. 4, p. 458–464, 2013.

Costa TL da, Oliveira DC de, Formozo GA. Qualidade de vida e AIDS sob a ótica de pessoas vivendo com o agravo: contribuição preliminar da abordagem estrutural das representações sociais. Cadernos de Saúde Pública. fevereiro de 2015;365–76.

Oliveira AD de F, Vieira MCA, Silva SPC e, Mistura C, Jacobi CDS, Lira MO de SC e. Effects of HIV in daily life of women living with AIDS. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online. 1o de janeiro de 2015;7(1):1975.

Publicado
2019-06-28
Seção
Artigos