Enfermagem e o envelhecer saudável

Resumo

O estudo têm como objetivos identificar o papel do enfermeiro no processo do envelhecimento saudável, a sua contribuição para a promoção e a prevenção de saúde da população e analisar as ações de promoção e prevenção à saúde desenvolvida pelos profissionais de enfermagem junto à população. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva de natureza qualitativa. Foi utilizado como instrumento de coleta de dados, um questionário semiestruturado, os sujeitos da pesquisa foram oito enfermeiros da Atenção Básica que atuam nas Estratégia de Saúde da Família a pelo menos um ano e que se dispuseram a participar da pesquisa, no município de Vassouras/RJ. Os dados foram analisados pelo método de análise de conteúdo. Com o estudo foi possível reconhecer que a maioria dos profissionais da enfermagem tem o conhecimento do conceito saúde, porém embora tenha relatos da realização de ações para promover a saúde, identificou-se, que há poucas ofertas as ações de promoção implantadas nas unidades.Observando assim, a necessidade de implantação de mais estratégias direcionadas a comunidade que o profissional encontra-se inserida, que fará uma melhor assistência à saúde, contribuindo para a redução de complicações através da educação voltadas a população em um todo, direcionadas para o cuidar da saúde. 

Biografia do Autor

Danielle Conceição Gouveia, Universidade de Vassouras

Acadêmico do Curso de Enfermagem, Universidade de Vassouras. RJ, Brasil.

Lília Marques Simões Rodrigues, Universidade de Vassouras

Mestre. Professora e Coordenadora do Curso de Enfermagem, Universidade de Vassouras. RJ, Brasil. 

Referências

Bastos KBM. O enfermeiro e a sugestão de estratégias para a melhoria da adesão masculina e aos programas da política nacional de atenção integral à saúde do homem. Revista Pró-UniverSUS. 2014 (3), p.15,

Vieira,Vitor Matheus. Lília Marques Simões Rodrigues. Análise da abordagem pedagógica acerca da sistematização da assitência de enfermagem nas disciplinas da graduação. Revista Pró-UniverSUS. 2014(3)

Balbino, Miriane Aparecida da Silva, Carlos Marcelo. Ações do enfermeiro no programa saúde do idoso em unidade básica de saúde. Revista pró univerSus v.4, n.2, p.11, 2013.

Ascari, Rosana Amora; Comiran, Daniela Fernanda; Farias, Aila Anne Pinto ; Correio, Larissa Evangelista Ferreira. A percepção do idoso acerca das atividades sociais e saúde. Estud. interdiscipl. envelhec., Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 103-119, 2015.

Brasil. Ministério da saúde. Diretrizes para o cuidado das pessoas idosas no SUS : proposta de modelo de atenção integral xxx congresso nacional de secretarias minicipais de saúde. Brasília,2014.

Brasil. Constiuição da República Federativa do Brasil. 5 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal, 2015.

Lima, Cristiane do Carmo Silva. Lei nº 13.466/2017 e a alteração do estatuto do idoso: uma contradição ao rol de prioridade especial para pessoas com mais de 80 anos. Revista Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário. 2018 jan./mar, 7(1): 147.

Minayo, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade- Petrópolis, RJ: 2002.

Sharon, L. Lewis; et al.Tratado de enfermagem médico-cirúrgica:avaliação e assistência dos problemas clínicos.8ed, vol1. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

Publicado
2019-06-28
Seção
Enfermagem