As unidades léxicas no romance D’a Pedra do Reino de Ariano Suassuna

Autores

  • Lilian Santana da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.21727/rm.v13i3.3075

Resumo

O estudo tem como objetivo analisar as unidades léxicas no vocabulário do romance d’A Pedra do Reino de Ariano Suassuna. Os pressupostos teóricos da Semântica Lexical e da Fraseologia orientam a análise das lexias. Para entender as relações e significados estabelecidos pelos elementos que fazem parte do trabalho, foi privilegiada uma metodologia qualitativa de cunho interpretativo a partir da análise textual. O autor utiliza-se de um léxico regional/popular nordestino, usa arcaísmos, prefixos e sufixos com efeitos expressivos, cantigas populares, provérbios e frases feitas. Tudo isto marca a expressividade da linguagem de Ariano Suassuna. Este trabalho faz rápidas considerações teóricas sobre Fraseologia, mostra as relações entre léxico, sociedade e cultura, aplicando tais conceitos a exemplos de unidades léxicas complexas pertencentes ao vocabulário do romance. A temática, a estrutura literária e a linguagem do romance caracterizam, com rara precisão, o nosso povo, seu falar, costumes, crenças e tradições, e seu modo de ser, viver, pensar e agir, dentro do seu universo sócio-linguístico-cultural. O vocabulário pode ser entendido como o subconjunto que se encontra em uso efetivo, por um determinado grupo de falantes, numa determinada situação. Nesta pesquisa procura-se, a partir do estudo do vocabulário, oferecer uma visão de conjunto das lexias encontradas no texto, para favorecer o entendimento da cultura popular brasileira no que se refere à manifestação da língua com características regionais. As unidades léxicas complexas encontradas no corpus funcionam como elos na representação do sistema referencial e expressivo da linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-12-22

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua