O Papel do Psicólogo no Centro de Referência de Assistência Social

Autores

  • Leonam Emanuel Ferreira Cardoso universidade de vassouras
  • Rodolfo Ferreira Guimaraes Universidade de vassouras
  • Roberta Barbosa da Silva

DOI:

https://doi.org/10.21727/rm.v13i1.3014

Resumo

No Brasil, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é a unidade pública e gratuita responsável pela oferta de serviços de Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). É um serviço que atua mediante a intervenção de equipes multidisciplinares, voltado para o atendimento da população, especialmente nas áreas de maior vulnerabilidade e risco social, realizando atendimentos aos indivíduos e suas famílias. Frente a isto, considerando os múltiplos papéis desempenhados pelos Psicólogos, este artigo visa, sobretudo, abordar a estrutura do CRAS e elencar os papéis desempenhados por esses profissionais no âmbito desse dispositivo, na intervenção social, contextualizando sua relevância para o cumprimento do papel da Assistência Social no Brasil. Como metodologia, utilizou-se uma revisão bibliográfica, com consulta a fontes disponíveis nos meios eletrônicos, da literatura especializada no tema, visando um maior aprofundamento dos conhecimentos adquiridos durante o cumprimento do estágio supervisionado. Foi possível concluir que no CRAS o psicólogo desenvolve atividades que permitem estabelecer uma conexão entre os usuários, com seus conflitos, e o Estado, propiciando um espaço onde as demandas subjetivas podem emergir e, com elas, os conflitos podem ganhar uma dimensão mais ampla, possibilitando intervenções preventivas e disponibilizando procedimentos e encaminhamentos.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua