A dimensão afetiva e psicossocial da perda na amputação – um estudo de revisão

  • Elton José Salgado Garcia Universidade de Vassouras (Vassouras-RJ, Brasil). https://orcid.org/0000-0002-8672-5015
  • Juliana Fernandes de Souza Ribeiro Universidade de Vassouras (Vassoura-RJ, Brasil)

Resumo

A experiência da amputação representa, em muitos casos, um momento traumático, haja vistas as diversas e importantes mudanças que se impõem bruscamente à vida do indivíduo a ela submetido. Para além dos aspectos físicos, a vivência da perda de um membro pode acarretar repentinas alterações emocionais e comportamentais. Essas mudanças se manifestam de diferentes formas: como desajustes psicológico e social. Partindo, pois, do questionamento quanto aos fatores pessoais e psicossociais imbricados nos processos de amputação e seus atravessamentos, o presente artigo objetiva, mediante a revisão de literatura, lançar luz sobre alguns dos diversos aspectos que, nesse sentido, importa ter em conta, considerando o seu impacto e os seus desdobramentos para a vida e para as relações do indivíduo.

Biografia do Autor

Elton José Salgado Garcia, Universidade de Vassouras (Vassouras-RJ, Brasil).

Psicólogo.

Graduação em Psicologia pela Universidade de Vassouras. 2014 (Vasouras-RJ, Brasil)

Especialização Lato Sensu em andamento em Psicologia Hospitalar e da Saúde. Universidade de Vassouras (Vasouras-RJ, Brasil).

Juliana Fernandes de Souza Ribeiro, Universidade de Vassouras (Vassoura-RJ, Brasil)

Psicóloga, Mestre em Ensino de Ciências da Saúde e do Ambiente – UNIPLI (Niterói-RJ, Brasil); Especialista em Psicologia Hospitalar pelo CFP; Professora do Curso de Graduação em Psicologia da Universidade de Vassouras (Vassouras-RJ, Brasil).

Referências

BERGO, M. F. da C.; PREBIANCHI, H. B. Aspectos emocionais presentes na vida de pacientes submetidos à amputação: uma revisão de literatura. Psicologia: teoria e prática, São Paulo, V. 20, N. 1, p. 47-60, 2018. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-36872018000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso: 10 Jul. 2018.

BERNARDI, G. M.; VILAGRA, J. M. Estudo epidemiológico: Incidência e Complicações da Amputação Transfemoral de Causa Vascular. FIEP Bulletin, V. 80, 2010. Disponível em <http://www.fiepbulletin.net/index.php/fiepbulletin/article/view/1449>. Acesso: 18 Abr. 2018.

BOCCOLINI, F. Reabilitação: amputados, amputações e próteses. São Paulo: Robe Livraria e Editora; 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de atenção à pessoa amputada. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. 1. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

CARVALHO, F. S.; KUNZ, V. C.; DEPIERI, T. Z.; CERVELINI, R. Prevalência de amputação em membros inferiores de causa vascular: análise de prontuários. Arquivos e Ciências da Saúde da UNIPAR, Umuarama, V. 9, N. 1, jan./abr. p. 23-30, 2005.

CARVALHO, J. A. Amputações de membros inferiores: em busca de plena reabilitação. 2ª ed., São Paulo: Manole; 2003.

CHAN A. C. R. V.; LIMA P. F.; CHAVES J. B. C.; RAYMUNDO C. S. Incidência de amputação em membros inferiores associada à diabetes mellitus. Saúde Coletiva, São Paulo, V. 6, N. 33, p. 222-226, 2009. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=84212107007>. Acesso: 05 Abr. 2018.

CHINI, G. C. O. A amputação sob uma perspectiva fenomenológica. 2005. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, São Paulo.

CHINI, G. C. de O.; BOEMER, M. R. As facetas da amputação: uma primeira aproximação. Revista brasileira de enfermagem, Brasília, V. 55, N. 2, p. 217-222, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672002000200017&lng=en&nrm=iso>. Acesso: 10 Abr. 2018.

DE BENEDETTO, K. M.; FORGIONE M. C. R.; ALVES, V. L. R.; Reintegração corporal em pacientes amputados e a dor-fantasma. Acta Fisiátrica, São Paulo, N. 9, V. 2, p. 85-89, 2002. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/actafisiatrica/article/view/102367>. Acesso: 12 Jul. 2018.

DEMIDOFF, A. de O.; PACHECO, F. G.; SHOLL-FRANCO, A. Membro-fantasma: o que os olhos não veem, o cérebro sente. Ciências e Cognição, Rio de Janeiro, N. 12, p. 234- 239, 2007. Disponível em: < http://www.cienciasecognicao.org/pdf/v12/m347199.pdf>. Acesso: 05 Jul. 2018.

FALKENBACH, L. A. A. P. Imagem corporal em indivíduos amputados. EFDeportes, Bueno Aires, N. 131, p. 01-05, 2009. Disponível em: < http://www.efdeportes.com/efd131/imagem-corporal-em-individuos-amputados.htm>. Acesso: 10 Abr. 2018.

FERREIRA, M. L. Referência e contrarreferência na atenção à saúde das pessoas com amputação na visão do enfermeiro: uma perspectiva bioética. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Mestrado em Enfermagem: educação e trabalho em saúde e enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2015.

GABARRA L. M. Estados emocionais, formas de enfrentamento, rede de apoio e adaptação psicossocial em pacientes amputado. Tese (Doutorado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Curso de Doutorado, Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2010.

GABARRA, L. M.; CREPALDI, M. A. Aspectos psicológicos da cirurgia de amputação. Aletheia, Canoas, N. 30, p. 59-72, 2009. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-03942009000200006&lng=pt&nrm=iso>. Acesso: 19 Mar. 2018.

GALVAN, G. B.; AMIRALIAN, M. L. T. M. Corpo e identidade: reflexões acerca da vivência de amputação. Estudos de Psicologia, Campinas, V. 26, N. 3, p. 391-398, 2009. Dísponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2009000300012&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>.Acesso: 06 Jun. 2018.

GARLIPPE, L. A. Estudo epidemiológico dos pacientes com amputação de membros inferiores atendidos nos centro regional de reabilitação de Araraquara, Estado de São Paulo, Brasil. Dissertação (Mestrado Saúde na Comunidade) – Departamento de Medicina Social da Faculdade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo/USP, São Paulo, 2014.

GIACOMINI, M.; GALVAN, G. A atuação do psicólogo no contexto hospitalar com pacientes ortopédicos. In ISMAEL, S. M. C., (Org.). A prática da psicologia e sua interface com as doenças (p. 173-184). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.

ISMAEL, S. M. C. A inserção do psicólogo no contexto hospitalar. In ISMAEL, S. M. C., (Org.). A prática da psicologia e sua interface com as doenças. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005. p. 17- 37.

ISMAEL, S. M. C.; OLIVEIRA, M. F. P. Intervenção psicológica na clínica cirúrgica. In KNOBEL, E.; ANDREOLI, P. B. A; ERLICHMAN, M. R. Psicologia e humanização: assistência aos pacientes graves. (p.83-91). São Paulo: Atheneu, 2008.

LUCCIA, N.; GOFFI, F. S.; GUIMARÃES, J. S. Amputação de membros. In GOFFI, F. S. (Org.), Técnica cirúrgica: bases anatômicas, fisiopatológicas e técnicas de cirurgia (pp.180-187). São Paulo: Editora Atheneu, 2001.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVAO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto e contexto - enfermagem, Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008 .

MILIOLI R.; VARGAS M. A. de O.; LEAL S. M. C.; MONTIEL A. A. Qualidade de vida em pacientes submetidos à amputação. Revista de Enfermagem da UFSM, Rio Grande Sul, V. 2, N. 2, p. 311-319, 2012. Disponível em < https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/4703 >. Acesso: 18 de Jun. 2018.

MONTIEL, A.; VARGAS, M. A. de O.; LEAL S. M. C. Caracterização de pessoas submetidas à amputação. Enfermagem em Foco, Brasília, V. 3, N. 4, p. 169-173, 2012. Disponível em < http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/377 >. Acesso: 05 Abr. 2018.

PACHECO, K. M. D. B.; CIAMPA, A. C. O processo de metamorfose na identidade da pessoa com amputação. Acta Fisiátrica, São Paulo, N. 3, V. 13, p. 163-167, 2006.

PEDRINELLI, A. Tratamento do paciente com amputação. São Paulo: Roca, 2004.

REIS, G.; JÚNIOR, A. J. C.; CAMPOS, R. da S. Perfil epidemiológico de amputados de membros superiores e inferiores atendidos em um centro de referência. Revista Eletrônica Saúde e Ciência, Goiânia, V. 2, N. 2, p. 52-62, 2012. Disponível em <http://www.rescceafi.com.br/vol2/n2/Gleycykely-dos-Reis-52-62.pdf>. Acesso: 05 Abr. 2018.

RESENDE, M. C.; CUNHA, C. P. B.; SILVA, A. P.; SOUSA, S. J. Rede de relações e satisfação com a vida em pessoas com amputação de membros. Ciências & Cognição, Rio de Janeiro, V. 10, p. 164-177, 2007a. Disponível em < http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/616 >. Acesso: 12 Maio 2018.

RESENDE, M. C.; SANTOS, F. A.; SOUZA, M. M.; MARQUES, T. P. Atendimento psicológico a pacientes com insuficiência renal crônica: em busca de ajustamento psicológico. Psicologia Clínica, Rio de Janeiro, V. 19, N. 2, P. 87-99, 2007b. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-56652007000200007&lng=en&nrm=iso>. Acesso: 30 Ago. 2019.

RODRIGUES, L. M. Uma psicanalista em uma equipe multidisciplinar: atendimento a pacientes com amputação em reabilitação com prótese. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, 2011.

SABINO, S. M.; TORQUATO, R. M.; PARDINI, A. C. G. Ansiedade, depressão e desesperança em pacientes amputados de membros inferiores. Acta Fisiátrica, São Paulo, V. 20, N. 4, p. 224-228, 2013. Disponível em < http://www.actafisiatrica.org.br/detalhe_artigo.asp?id=525 >. Acesso: 18 de Abr. 2018.

SEBASTIANI, R. W.; MAIA, E. M. C. Contribuições da psicologia da saúde –hospitalar na atenção ao paciente cirúrgico. Acta Cirúrgica Brasileira, São Paulo, V. 20, Supl. 1, p. 50-55, 2005. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-86502005000700010 >. Acesso: 06 de Jun. 2018.

SEREN R.; DE TILIO, R. As vivências do luto e seus estágios em pessoas amputadas. Revista da SPAGESP, Ribeirão Preto, V. 15, N. 1, p. 64-78, 2014. Disponível em < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-29702014000100006&lng=pt&nrm=iso >. Acesso: 12 Mar. 2018.

SILVA, A. P. M. da C. Amputação e reabilitação: estudo dos aspectos psico-legais do sujeito com amputação. Dissertação (Mestrado em Psicologia Legal). Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA), 2006.

SILVA, M. S. A imagem corporal na amputação: relação com a depressão, a ansiedade, a satisfação com o suporte social e a autoestima global. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e da Saúde, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade do Porto, Porto, 2013.

TONETTO, A. M.; GOMES, W. B. A prática do psicólogo hospitalar em equipe multidisciplinar. Estudos de Psicologia, Campinas, V. 24, N. 1, p. 89-98, 2007. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2007000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=pt >. Acesso: 19 de Mar. 2018.

WITCZAK, M. V. C.; DOSSENA, D. T. Dor fantasma e elaboração do luto: a contribuição da psicologia nos processos de reabilitação física. In: IV Salão de Ensino e de Extensão e XIX Seminário de Iniciação Científica da Universidade de Santa Cruz do Sul, 2013, Santa Cruz do Sul. Anais do IV de Ensino e de Extensão e XIX Seminário de Iniciação Científica da Universidade de Santa Cruz do Sul... Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2013.

Publicado
2019-06-25
Seção
Dossiê Temático - Psicologia em Foco