Cuidados Paliativos na Atenção Primária à Saúde - Percepção de Médicos

Resumo

Introdução: O significado de saúde deve ser ampliado para além da questão biológica e abranger toda a esfera biopsicossocial na qual o indivíduo está inserido, sendo esse um dos pilares dos cuidados paliativos, que devem ser implantados o mais precoce possível, a fim de prevenir o sofrimento do doente. Para tanto, é importante que os médicos que atuam na Atenção Primária à Saúde conheçam os cuidados paliativos para poder prestá-los adequadamente. Objetivo:  avaliou-se a percepção de médicos atuantes na atenção primária do município de Vassouras sobre cuidados paliativos. Metodologia: trata-se de uma pesquisa transversal, descritiva, quantitativa e observacional. Resultados: 75% dos médicos responderam que é possível prestar os cuidados paliativos na atenção primária; 58% responderam que se sentiam aptos em se responsabilizarem por tais cuidados e 40% assinalaram que a rede de saúde não estava organizada para efetivar a continuidade do cuidado e promover a qualidade de vida ao indivíduo com necessidades de cuidados paliativos. Conclusão: ainda que os médicos sintam-se aptos a prestarem os cuidados paliativos, é necessário que o gestor público de saúde invista em um conjunto de ações capazes de qualificar sua oferta.

Palavras chave: Cuidados paliativos; Atenção Primária; Medicina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Almeida de Souza, Universidade Severino Sombra

Doutora. Mestre. Especialista. Docente do Curso de Medicina da USS. Área Saúde Coletiva

Valdir Donizeti Alves Junior, Universidade de Vassouras

Discente do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras. Bolsista de Iniciação Científica

Lahis Werneck Vilagra, Universidade de Vassouras

Discente do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras

Diogo Barros Gutterres, Universidade de Vassouras

Discente do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras

Gabriela Aparecida Azevedo, Universidade de Vassouras

Discente do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras

Publicado
2020-12-21