Humanização e Acolhimento voltados à família no âmbito do CAPS

Resumo

O estudo teve por objetivo identificar como tem se dado o acolhimento ao paciente e a família no Centro de Atenção Psicossocial - CAPS. A Metodologia que auxiliará a pesquisa é exploratória descritiva com abordagem qualitativa, tendo por cenário o CAPS de Miguel Pereira. Os participantes do estudo foram 06 famílias que acompanham os usuários em Saúde Mental. Com utilização de entrevista com questões relacionadas ao tema. Com coleta de dados realizada pela acadêmica de enfermagem. Procedimentos éticos - em respeito aos aspectos éticos da pesquisa, o projeto foi aprovado com parecer número 3.433.160. Com autorização da pesquisa na Secretaria Municipal de Miguel Pereira RJ. Participação na pesquisa a partir da assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido - TCLE. Com tratamento dos dados por meio da leitura analítica dos dados com base no referencial da Análise do Conteúdo de Bardin e da Política de Saúde Mental. Quanto aos resultados, o trabalho desenvolvido pela enfermagem no CAPS e percebido pelo familiar é importante, que passam a conhecer melhor o paciente e a família que é parte do tratamento psicológico. Ao precisar por uma crise, foi pedido ajuda da enfermagem, o CAPS estava fechado, mas ela foi lá no hospital socorrer. Era de noite, o CAPS estava fechado, com a chegada da ambulância do corpo de bombeiro, estava lá e aplicou a injeção. Por fim, discutir acolhimento como postura e prática nas ações de atenção, criação de vínculo e compromisso entre usuário família e equipe, é passo fundamental para melhorar a qualidade de vida dos usuários e seus familiares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vilma Aparecida Leal Francisco, Universidade de Vassouras

Enfermeira pela Universidade de Vassouras. RJ, Brasil. Brasil.

Marilei de Melo Tavares, Universidade de Vassouras

Doutora. Professora do Curso de Enfermagem, Universidade de Vassouras. RJ, Brasil.

Publicado
2020-12-21