Atividade prática do conhecimento cognitivo sobre a temática Rede de Atenção à Saúde. Relato de experiência em um curso de graduação em medicina

  • Maria Cristina Almeida de Souza Universidade de Vassouras. Docente do Curso de Graduação em Medicina. Docente do Mestrado em Ciências Aplicadas em Sa´úde https://orcid.org/0000-0001-7631-723X
  • Sebastião Jorge da Cunha Gonçalves1 Universidade de Vassouras. Docente do Curso de Medicina e de Enfermagem
  • João Carlos de Souza Côrtes Júnior Universidade de Vassouras. Docente do Curso de Medicina.
  • Maria Júlia Campos Guerra Universidade de Vassouras. Docente do Curso de Medicina.
  • Ramon Fraga de Souza Lima Médico Residente em MFC no Hospital Universitário de Vassouras
  • Carlos Jesivan Marques Albuquerque Universidade de Vassouras. Docente.

Resumo

A abordagem da temática Rede de Atenção à Saúde (RAS) é importante na graduação dos cursos de saúde a fim de formar profissionais conhecedores da diversidade e funcionamento dos serviços de saúde bem como de sua imprescindibilidade para a integralidade do cuidado em saúde prestado ao usuário. O Curso de Graduação em Medicina da Universidade de Vassouras tem uma matriz curricular que oferta, no 4º período, a disciplina “Prática de Integração Ensino-Serviço-Comunidade” (PIESC), com carga de 80 horas semanais. No espaço intra-muro, durante as atividades teóricas, os docente problematizam referencial teórico sobre a RAS enquanto o componente da atividade prática da PIESC contempla, como estratégia metodológica, a visita in loco in loco aos serviços nos diversos níveis de atenção, uma estratégia para a aprendizagem significativa sobre o assunto pelo estudante de medicina. Contudo, a escassez de recursos para a avaliação prática do conhecimento cognitivo norteou a adoção de uma metodologia inovadora, que ao revelar-se criativa, interessante e promotora da socialização do saber entre os diversos grupos de alunos, contribuiu para o alcance do objetivo da disciplina. Descreve-se nesse artigo a experiência com a realização da atividade inovadora e a percepção dos estudantes sobre a validade da mesma.

Palavras-chave: Medicina; Educação Médica; Sistema Único de Saúde.

Biografia do Autor

Maria Cristina Almeida de Souza, Universidade de Vassouras. Docente do Curso de Graduação em Medicina. Docente do Mestrado em Ciências Aplicadas em Sa´úde

Doutora. Mestre. Especialista. Docente do Curso de Medicina da UV. Área Saúde Coletiva

Publicado
2019-12-10